Início » Aplicativos e Software » É o fim do projeto de realidade aumentada Google Tango

É o fim do projeto de realidade aumentada Google Tango

Google vai focar no ARCore, que não precisa de hardware específico para funcionar

Paulo Higa Por

Quando foi anunciado pelo Google, em junho de 2014, o Tango era uma plataforma de realidade aumentada que prometia mapear o mundo em 3D por meio de visão computacional e um monte de sensores nos smartphones. Produtos foram criados especificamente para o Project Tango, como o Lenovo Phab 2 Pro e o Zenfone AR. Agora, sem muita surpresa, ele será descontinuado.

O Google anunciou em um simples tweet que o suporte ao Tango será encerrado em 1º de março de 2018. O objetivo é passar a focar no ARCore, concorrente direto do ARKit, da Apple, que possibilita experiências com realidade mista, mas não exige câmeras infravermelho ou sensores específicos — ele funciona na linha de smartphones Pixel e no Galaxy S8.

O Tango foi lançado somente em dois smartphones comerciais. O Phab 2 Pro tinha sensores de movimento e profundidade, câmera fisheye e captura de vídeo com Dolby Audio 5.1 para… colocar efeitos em tempo real na câmera e medir distâncias. O Zenfone AR tinha 8 GB de RAM, o melhor processador da Qualcomm e era o primeiro aparelho com Daydream e Tango ao mesmo tempo, mas ninguém sabia explicar o que ele fazia.

Agora, parte da tecnologia desenvolvida no Project Tango será incorporada ao ARCore, que precisa apenas de uma câmera e um acelerômetro para funcionar. Ele ainda tem suporte a poucos aparelhos, mas o objetivo é levá-lo para “centenas de milhões” de smartphones em algum futuro. Veremos.

Com informações: TechCrunch.

Mais sobre: , ,