Início » Negócios » Eric Schmidt deixa comando da Alphabet, dona do Google

Eric Schmidt deixa comando da Alphabet, dona do Google

Ele está no Google desde 2001

Paulo Higa Por

Mais uma movimentação no mercado de tecnologia aconteceu na noite desta quinta-feira (21): a Alphabet, conglomerado de US$ 740 bilhões que controla o Google, a Waymo e outras empresas, anunciou que o presidente do conselho de administração Eric Schmidt vai deixar o cargo em janeiro.

Schmidt foi contratado como CEO do Google em 2001. Ele deixou o comando do buscador dez anos depois, mas permaneceu como conselheiro dos fundadores Larry Page e Sergey Brin. Desde que o Google se reestruturou como Alphabet, em 2015, Schmidt ocupava o cargo de chairman executivo, o responsável por comandar o conselho de administração.

Lembra de quando o Eric Schmidt resolveu aparecer em público com um Moto X antes do anúncio oficial?

Apesar de deixar a presidência do conselho, Schmidt continuará atuando como consultor técnico em questões de ciência e tecnologia. Segundo ele, a estrutura da dona do Google está funcionando bem, e os altos executivos acreditam que “este é o momento certo na Alphabet para fazer essa transição”.

“Nos últimos anos, tenho dedicado boa parte do meu tempo em questões científicas e tecnológicas, além da filantropia, e planejo expandir esse trabalho”, diz Schmidt. Ele criou em 2006 a Schmidt Family Foundation, que se dedica a pesquisar formas sustentáveis de as empresas se relacionarem com os recursos do planeta, como água, energia e comida.

Com informações: Reuters, CNBC.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Breno
E agora, quem estará na frente da monopolista Alphabet?
ʞǝʌǝɥs

Schmidt Family Foundation

como todos os bilionários americanos criou sua própria fundação "filantrópica", para pagar menos impostos e o dinheiro não sair da família

apesar de ser um sujeito simpático, acho que tem culpa do Google perdido a briga das redes sociais, junto com os dois fundadores

Jose X.
Schmidt Family Foundation como todos os bilionários americanos criou sua própria fundação "filantrópica", para pagar menos impostos e o dinheiro não sair da família apesar de ser um sujeito simpático, acho que tem culpa do Google perdido a briga das redes sociais, junto com os dois fundadores