Início » Web » Biblioteca nacional dos EUA decide parar de arquivar todos os tweets

Biblioteca nacional dos EUA decide parar de arquivar todos os tweets

Sim, tudo o que você publicava no Twitter era arquivado

Por
16 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A Biblioteca do Congresso, que serve os membros e funcionários do Congresso dos Estados Unidos, começou em 2010 a arquivar absolutamente tudo o que era publicado no Twitter. E também conseguiu recuperar o histórico de todas as publicações da rede social desde 2006. Agora, eles decidiram parar com isso.

A partir de 1º de janeiro de 2018, a Biblioteca do Congresso não arquivará mais todos os tweets públicos. Em vez disso, ela “obterá tweets de maneira seletiva”, se restringindo a armazenar conteúdos baseados em temas específicos, como eleições ou políticas públicas.

Um documento oficial explica que a decisão foi tomada porque a natureza do Twitter mudou com o tempo, já que o volume de publicações aumentou drasticamente, o limite de caracteres na rede social dobrou e a importância de coletar os dados diminuiu, considerando que os tweets se tornaram mais visuais (a Biblioteca do Congresso salva apenas textos, não imagens ou vídeos).

No entanto, embora a Biblioteca do Congresso afirme que tenha armazenado os primeiros 12 anos do Twitter, o arquivo de tweets nunca foi lançado publicamente. Ele enfrentou vários obstáculos, já que nenhum engenheiro foi nomeado para o projeto e a verba era limitada. Em 2013, com a infraestrutura de servidores da biblioteca, uma única busca poderia levar até 24 horas (!) para retornar algum resultado.

Com informações: Gizmodo, The Verge.