A improvável parceria entre Intel e AMD começa a ganhar forma. Acidentalmente (ou não), a Intel listou em sua página sobre overclocking o Core i7-8809G, confirmando que este será um dos primeiros processadores a virem com GPU da AMD. A página que descreve detalhadamente o modelo ainda dá erro 404, mas algumas especificações acabaram sendo reveladas neste “vazamento”.

Depois de muitos rumores, a Intel confirmou a parceria com a AMD em novembro do ano passado. O objetivo, muito provavelmente, é fazer frente à Nvidia. Para tanto, a Intel aposta em um EMIB (Embedded Multi-die Interconnect Bridge), módulo capaz de agrupar CPU, GPU e, especificamente neste projeto, memória HBM2.

Horas depois da confirmação, surgiram os nomes dos prováveis primeiros chips baseados nesta parceria: Core i7-8705G, i7-8806G e Core i7-8809G. Repare que todos são identificados com a letra ‘G’. Esse detalhe sugere que os processadores fazem parte de uma versão melhorada da família Kaby Lake e, como tal, são considerados pela Intel como chips Core de oitava geração.

Módulo Intel + AMD

O Core i7-8809G é o modelo que apareceu no site da Intel recentemente. O chip tem quatro núcleos, oito threads, frequência de 3,7 GHz (o boost provavelmente será de 4,1 GHz), cache de 8 MB, TDP de 100 W e suporte a memórias DDR4 de até 2.400 MHz. Agora vem a parte que mais chama atenção: o processador é acompanhado de uma GPU HD Graphics 630 e uma Radeon RX Vega M GH, da AMD.

Sim, o Core i7-8809G conta com duas GPUs, característica que deve facilitar a otimização de recursos: a HD Graphics 630, com suas 24 unidades de execução e clock de 350 MHz (até 1.150 MHz em turbo) pode ser direcionada às aplicações mais básicas enquanto a Radeon RX Vega M GH fica com as mais exigentes (como jogos).

Ainda não há informações sobre a GPU da AMD, mas rumores apontam para especificações com clock entre 1 GHz e 1,2 GHz, além de 4 GB de memória HBM2 com frequência de 800 MHz. Espera-se que o desempenho seja pelo menos equivalente ao de uma Radeon RX 560.

Mais detalhes devem ser liberados pela Intel até o final deste trimestre.

Com informações: ExtremeTech, HotHardware.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

lRafaeLl Prates

Uma dúvida. Os processadores Intel com HD Graphics são APUS também? Pois a AMD chama de apu uma cpu + gpu, só que os i5 e i7 também tem gpu e não os chamam de apu.

Rodrigo

na verdade... acho que serve para os dois lados ^_^

Natthan Fruche Terzi
Sim , ficaria ótimo naqueles Brix da gigabyte.
Natthan Fruche Terzi
Acredito ser desenvolvida para notebooks, pois em comparação com uma gtx 1050, o conjunto consome menos e é mais compacto.
Joao Paulo
Conjunto de CPU+ GPU dedicada tendem a passar dos 100w . Esse CHIP vazado foi rotulado como CHIP desktop ,deve ser algum projeto diferenciado.
DumbSloth87
100W, isso não foi feito pra notebooks.
Joao Paulo
Vega se mostrou altamente eficiente na tensão correta (GPU integrada do R7 2700u ) é prova disso . No meu ponto de vista esse estratégia não é para bater de frente com NVIDIA e sim de agregar valor aos notebook x86 no seu ponto mais forte (desempenho) . Qualcomm vai ganhar terreno com seus SNP ,conforme o desempenho aumenta e a conhecida eficiente energia se mantém ,os consumidores mais casuais tendem a trocar o x86 pelos ARM . Então nada melhor que fortalecer e agregar valor na plataforma x86 casando as duas empresas que atuam nesse seguimento.
Emerson Alecrim
Coffee Lake vai ser a oitava geração e esses Kaby Lake melhorados aí também. É confuso, mas...
Adriano De Lima
Se tudo isso for verdade, tal produto cria novas estratégias interessantes. Um processador com gráficos integrados relevantes. Se for possível executar um arranjo crossfire com outra placa Mid-Hi aí fica um produto imbatível.
Roger "The Flood" Inacio
Não seria cofee lake?
Nicolas Gleiser
Os fanboys e os Haters da Intel: https://i.makeagif.com/media/1-29-2014/BSjWQP.gif