Início » Celular » Apple revela os preços em reais de apps, livros, filmes e iCloud

Apple revela os preços em reais de apps, livros, filmes e iCloud

Por
2 anos atrás

Em dezembro, a Apple confirmou que passaria a cobrar em reais na App Store, iTunes Store, iBooks Store, Apple Music e iCloud. Essa mudança estava prevista para o início de 2018, e já aparece para os usuários.

Segundo o MacMagazine, esta é a conversão de preços dos aplicativos para reais:

  • US$ 0,99 = R$ 3,50
  • US$ 1,99 = R$ 6,90
  • US$ 2,99 = R$ 9,90
  • US$ 3,99 = R$ 12,90
  • US$ 4,99 = R$ 16,90
  • US$ 5,99 = R$ 19,90

Vale notar que alguns aplicativos colocam preços diferenciados. Por exemplo, o jogo Hitman Sniper custa R$ 0,90, e Plague Inc. custa R$ 1,90; na App Store americana, ambos saem por US$ 0,99.

Enquanto isso, as músicas na iTunes Store custam R$ 1,90 ou R$ 2,90, e não há sempre uma conversão direta. Por exemplo, cada música do álbum Divide, de Ed Sheeran, custa R$ 2,90 no Brasil. Nos EUA, os preços variam entre US$ 0,69 e US$ 1,29 dependendo da faixa.

Outro exemplo: as faixas deste álbum do músico Vangelis custam R$ 1,90, e as faixas do álbum mais recente da Taylor Swift saem por R$ 2,90; enquanto a loja americana sempre cobra US$ 1,29.

A iTunes Store vende lançamentos de filmes (como Mulher Maravilha) por R$ 37,90, enquanto o aluguel sai por R$ 11,90. Por sua vez, títulos mais antigos (como da série Harry Potter) custam R$ 24,90 para compra e R$ 2,90 a R$ 9,90 para aluguel.

A Apple também está vendendo livros em reais: a iBooks Store cobra valores a partir de R$ 0,90.

Estes são os planos mensais de armazenamento do iCloud:

  • 50 GB: R$ 2,90 (antes US$ 0,99)
  • 200 GB: R$ 8,90 (antes US$ 2,99)
  • 2 TB: R$ 29,90 (antes US$ 9,99)

E, como havíamos adiantado, estes são os planos do Apple Music em reais:

  • estudante: R$ 8,50 (mesmo preço do Spotify)
  • individual: R$ 16,90 (mesmo preço do Spotify)
  • família: R$ 24,90 (contra R$ 26,90 do Spotify)

A mudança de dólares para reais será automática para quem assina o iCloud ou Apple Music. E as compras e assinaturas poderão ser feitas com cartão de crédito (internacional ou nacional) e também com cartão de débito.

No entanto, alguns usuários relatam não conseguir aceitar os termos de serviço para realizar pagamentos em reais — deve ser questão de tempo.

Atualizado às 12h14.