Início » Negócios » Criptomoeda ether atinge recorde e ultrapassa US$ 1 mil

Criptomoeda ether atinge recorde e ultrapassa US$ 1 mil

Por
41 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Por muito tempo, o bitcoin tinha um claro predomínio em relação às outras criptomoedas, em se tratando de participação de mercado. Isso mudou no último ano — em parte, por causa do ether.

O ETH, criptomoeda por trás da rede ethereum, ultrapassou US$ 1 mil pela primeira vez, segundo o CoinMarketCap. Isso levou seu valor de mercado para cerca de US$ 100 bilhões.

Ethereum

A proposta do ether não é exatamente servir como uma moeda para pagamentos, como é (ou era) o bitcoin. Ele vem sendo bastante utilizado para ICOs, sigla em inglês para “oferta inicial de moedas”.

No ICO, uma empresa vende tokens em um mercado digital, de forma semelhante a ações na bolsa de valores. Os usuários podem, então, revender esses tokens; em troca, eles recebem ether.

No ano passado, até setembro, o valor total arrecadado em ICOs foi de US$ 1,6 bilhão no mundo inteiro. A China proibiu essa prática pelo alto risco de golpes financeiros e esquemas de pirâmide.

O ether valorizou 9.162% no ano passado, motivando diversos assaltos à criptomoeda. Em julho, um hacker aproveitou uma falha no código das carteiras ethereum para roubar US$ 32 milhões. Em dezembro, a casa de câmbio EtherDelta — conhecida por negociar quase todos os tokens baseados em ethereum — foi invadida e perdeu pelo menos US$ 267 mil.

Por muito tempo, o ether foi a segunda maior criptomoeda em valor de mercado, atrás apenas do bitcoin. O ETH caiu para terceiro lugar no ranking após ser desbancado pelo ripple, um token que promete agilizar transferências globais de dinheiro.

Com informações: Mashable.