Início » Computador » Apple atualiza iOS, macOS e Safari após falha de segurança em processadores

Apple atualiza iOS, macOS e Safari após falha de segurança em processadores

Por
05/01/2018 às 09h04
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

As empresas de tecnologia continuam a responder às duas grandes falhas de segurança, Meltdown e Spectre, que afetam quase todos os processadores feitos nos últimos 20 anos. Desta vez, a Apple está se pronunciando.

A Apple é direta: “todos os sistemas Mac e dispositivos iOS são afetados”. Por isso, ela está liberando atualizações para seus sistemas operacionais, e para o Safari, a fim de mitigar o problema.

A técnica Meltdown permite acessar a memória reservada ao kernel do sistema operacional, que tem permissões maiores. A Apple diz: “nossa análise sugere que ele tem o maior potencial para ser explorado”.

Acredita-se que apenas processadores Intel são afetados. Ainda assim, ela lançou mitigações no iOS 11.2 e tvOS 11.2, além do macOS 10.13.2. “O Apple Watch não é afetado pelo Meltdown”, segundo a empresa.

O receio é que essas soluções reduzam o desempenho, mas a Apple diz que isso não acontece. Não houve “redução mensurável no desempenho do macOS e iOS, conforme medido pelo benchmark GeekBench 4, ou em benchmarks comuns de navegação na web, como Speedometer, JetStream e ARES-6”.

Por sua vez, o Spectre permite que um aplicativo vaze informações confidenciais para outro aplicativo. A Apple diz que essa técnica é “extremamente difícil de explorar” em aplicativos do macOS e iOS, mas pode ser usada no navegador através de JavaScript.

Por isso, o Safari para macOS e iOS será atualizado nos próximos dias. Quanto ao desempenho, isso “não terá impacto mensurável nos testes Speedometer e ARES-6, e terá um impacto inferior a 2,5% no benchmark JetStream”.

A Microsoft já liberou um patch de emergência para o Windows e para dispositivos Surface. Enquanto isso, o Google detalhou as atualizações no Android, Chrome e Chrome OS para mitigar esses problemas.

Com informações: Apple, Mashable.

Mais sobre: , , , ,
  • ecarvm

    E o vírus que a Apple criou pra reduzir desempenho por causa da bateria, nada né? Ela devia corrigir o quanto antes

    • Trovalds

      Que vírus? Se tu tá falando da queda de desempenho, uma pergunta: você prefere seu dispositivo mais lento, o que na prática afeta uns 5% dos usuários da plataforma que usam o celular ativamente (ficam com ele na cara o tempo todo) ou prefere que após um certo período a bateria acabe na metade do tempo que costumava acabar? E de mais a mais a Apple já baixou horrores o preço de substituição de bateria de seus aparelhos.

      • Luiz Claudio Eudes Corrêa

        Melhor ter o dispositivo um pouco mais lento do que desligando com 35% de bateria, já tive iPhone assim e era horrível, depois de trocar a bateria tudo volta ao normal

        • Trovalds

          Isso.

        • Raphael Silva ✔️

          E o pior, só acaba em horários importantes kkkk

        • ecarvm

          Melhor ainda é informar que a bateria precisa ser trocada em vez do aparelho, não? Eis a questão que muita gente não enxergou

      • Jhon

        Tenho um iPhone 7 com menos de 1 ano de uso e que já está mais lento por causa da bateria. Eu duvido muito que eu estaria passando por esses problemas de desligamento mesmo com 100% do desempenho.

        Eu concordo que o aparelho desligando a qualquer momento é ruim, mas isso justifica diminuir o desempenho de todos aparelhos mesmo os que não têm tanto desgaste na bateria?

        • Raphael Silva ✔️

          A perda de desempenho é gradativa, sua bateria deve estar em 70-80%, logo tu deve mal perder desempenho.

          Usa um geekbench e faz seus testes.

          • Jhon

            Não usei o geekbench porque é pago, mas no Antutu eu consegui 93k, sendo que a média do iPhone 7 é 160k. Meu iPhone 7 tá com resultado de iPhone 6.

        • Trovalds

          Até onde sei a diminuição de desempenho se dá baseado nos “cliclos de carga” que a bateria tem. Se você carrega o celular todo dia, deve ter aí uns 250 ciclos de carga. Isso já degrada a bateria um pouco. A vida útil é de 1000 ciclos, em média. Mas a cada carga a bateria perde um pouquinho da sua vida útil. Infelizmente isso é defeito da tecnologia de íons de lítio que é usada atualmente.

          • Maicon Bruisma

            Vida útil de bateria de iPhone é de 500 ciclos, depois de completar potência total da bateria cai para uns 80-85%, significa que ela segura menos carga, esse de “pico do processador” é fisicamente balela, historinha pra boi dormir.

        • ecarvm

          Parece que pra muitos tudo que a Apple faz é pensando no usuário… tudo lindo. O problema todo é fazer na surdina… embora ainda ache uma atitude equivocada. Porque então em vez de deixar lento sem avisar ela não alertou sobre a troca da bateria? Sabes? Sim, porque muita gente ia acabar trocando por um aparelho novo pensando estar seu aparelho defasado… mas fanboy entender isso é osso, rs

      • ecarvm

        Larga de ser Fanboy, isso que a Apple fez foi ridículo… no máximo se a bateria está ruim que se sugira a troca, mais limitar o Hardware na surdina. Sou usuário iOS, macOS a anos e não pretendo sair do sistema, mas puxa saco nunca serei como você.

        • Trovalds

          Baixo calão logo de cara… logo se vê que o debate se foi. E não uso Apple aqui. Boa sorte com sua vida amarga.

          • ecarvm

            Baixo calão? Sério? Na verdade fica evidente alguém sem argumentos para debate. Boa sorte com sua intelectualidade.

          • Trovalds

            Argumento tenho pra uma discussão quase infinita, desde que quem esteja argumentando comigo mantenha o nível na conversa. Se você quisesse de fato argumentar não precisaria usar “fanboy” e “puxa saco”, porque ao contrário de você não tenho nada da Apple exceto uma AppleTV de 3a. geração, que por sinal é limitadíssima. Mas enfim, já foi pro bloqueio pra evitar o desgaste do meu teclado e das minhas juntas.

          • ecarvm

            Chorão metido a intelectual, kkkkk

  • Ecliptor

    Usuários Samsung só estarão livres da ameaça em 2021, data da próxima grande atualização dos seus dispositivos lançandos em 2011.

    • Jhon

      Fake. Nem os Samsungs de 2017 vão receber atualização, quem dirá os de 2011.