Início » Celular » Agora temos um único padrão de carregamento wireless

Agora temos um único padrão de carregamento wireless

Powermat, única grande concorrente do padrão Qi, desiste da briga

Paulo Higa Por

Assim como na briga entre Betamax e VHS ou HD-DVD e Blu-ray, existem duas tecnologias que concorrem para se tornar o novo padrão de carregamento sem fio: Qi e Powermat. Ou melhor, existiam: os responsáveis pelo Powermat admitiram a derrota nesta segunda-feira (8) e se juntaram ao Wireless Power Consortium (WPC) para ajudar no desenvolvimento do rival.

O Qi vem se fortalecendo há muito tempo: ele foi adotado pela Nokia, Samsung, Apple e outras grandes empresas. Por isso, a Powermat informa em comunicado: “O Qi se tornou o padrão dominante de carregamento sem fio no mercado, e o recente lançamento da linha de iPhones é a evidência desse sucesso”.

É claro que o fato de os novos iPhones adotarem o Qi influenciou bastante na decisão: em setembro, quando a Apple anunciou os aparelhos, a Powermat foi obrigada a atualizar seus carregadores sem fio na Starbucks para suportar o Qi. O princípio básico de funcionamento é o mesmo nas duas tecnologias, então bastou uma atualização de software para que isso fosse possível.

No WPC, a Powermat vai colaborar com o desenvolvimento do Qi. Ela promete recargas mais rápidas e acredita que a unificação do padrão vai “acelerar a adoção e tornar mais conveniente que os consumidores usem carregamento sem fio onde quer que eles estejam”.

Com informações: Engadget.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marcos Roberto de Carvalho Men

O engraçado é como essas tomadas parecem rostos, cada um com diferentes expressões, o que nos remete à importância de manter nossas origens apesar da necessidade de adaptações (ou adaptadores)

CtbaBr©
Meu caro, numa linha de fabricação de uma industria, qualquer detalhe diferente faz com que você tenha que fabricar aquele lote separado, isso é um transtorno que altera o custo de fabricação sim. No entanto, considere que todo custo de uma linha de fabricação é ínfimo comparado ao preço cobrado nas lojas, dessa forma U$ 0,50 na industria, acaba se transformando em dezenas de dólares a mais para o comprador final.
Bruno Pereira
Porque não? Se não há padrão mundial, não há porque não fazer um novo. E diga-se de passagem: o do Brasil é extremamente seguro e otimiza bem o espaço na caixa de tomada e ainda economiza bem recursos de fabricação ao diferenciar as tomadas de 10 e 20 A. Porque usar um cabo de 20 A num ferro de passar?
Bruno Pereira
Você acha realmente que o custo de um cabo elétrico impacta tanto no preço de um produto a ponto de deixá-lo mais barato, mesmo ele utilizando praticamente os mesmo insumos de outro modelo? Ok, economia de escala. Mas o custo é tão irrisório na composição de custos que acaba sendo indiferente para a indústria. E você também acha que se o custo do cabo é tão relevante eles já não diferenciariam mesmo sendo o mesmo modelo?
Fabio Alvez
Esse padrão novo não trouxe realmente um padrão, pois a bagunça continua pelos motivos que eu já citei anteriormente, tais como, quebrar pino do meio e usar a tomada, tomada maior (casos de alguns microondas) que não encaixa apesar do "novo padrão" obrigando usar adaptador, ou trocar a tomada... continuam a mesma bagunça, só com formato novo!
John Smith
Ah sim. Então o padrão mais usado é mesmo a tomada circular, sendo que a hexagonal idêntica à nossa é que se usa dessa compatibilidade? De qualquer forma, acho que a galera ainda reclama muito do padrão novo por aqui, sendo que já está bem consolidado. E já tem algum tempo que foi implementado.
Fabio Alvez
Ao contrário, não há problemas em conectar nenhum aparelho! A tomada é projetada para os dois tipos de plugs! Nada de adaptadores, nada de trocar a tomada da parede por causa do seu microondas novo porque os pinos em alguns aparelhos são mais grossos (caso da minha cunhada - pensa que ela mandou trocar a tomada da parede!? Que nada, comprou um adaptador!) Imagina a tomada derretendo por causa disso...)
Fabio Alvez
Imagina um bom tremor de terra, favelas descerão morro abaixo, muitas casas e prédios tb desmoronarão.
Programador Front-End
Mas ter um aterramento não é nem muito caro nem um trampo muito dificil. Claro que dependendo do tipo de solo pode dar um pouco mais de trabalho pra colocar
Programador Front-End
Nossa sorte que não tem tantos desastres naturais por aqui
Fabio Alvez
Gambiarra quem faz somos nós no Brasil! Falo da França onde moro. Aqui é 220 volts, as tomadas fêmeas são todas do mesmo tipo, a mesma bitola (diâmeto dos furos), então vc pode plugar qualquer aparelho seja qual for a potência de consumo dele! O que muda é o plug dos aparelhos, se é um carregador de celular, o tipo é igual ao que se tem no Brasil (tipo C de 2 pinos), e a bitola dele tb é menor, (pinos mais finos) como mostro na foto abaixo, reparem que o pino do carregador do celular é um pouco mais fino que os pinos da tomada do ferro de passar. Tomadas tipos C, E e F. https://uploads.disquscdn.com/images/a8ae2387a52fd1d8acfd9e306c89d1c6341776712b515c10edc5cdb02a093c06.jpg Padrões de tomadas de vários países: https://www.worldstandards.eu/electricity/plugs-and-sockets/#
Fabio Alvez
Aqui o adaptador de tomadas francesas (européias) para a africana que eu comprei esta semana. Na África do Sul o plug é o tipo M. https://www.amazon.fr/gp/product/B06XT1SD7G/ref=oh_aui_detailpage_o00_s00?ie=UTF8&psc=1
Fabio Alvez
O "des-padrão" brasileiro anterior, não oferecia segurança contra choques elétricos, uma pessoa mais tonta, uma criança maldita, poderia colocar os dedos nos pinos da tomada, que eram inteiros de metal, no momento de plugar a tomada. No padrão atual isso não é mais possível (em teoria, se ela segue as normas ABNT claro), pois somente a ponta do plug é de metal, além de haver o aprofundamento da tomada fêmea. Além desses dois fatores, também impede que uma criança tente enfiar o dedo ou algum objeto pontiagudo, pois é necessário mais força e dois pinos ao mesmo tempo para liberar a trava de segurança!(Qdo as tomadas são de boa qualidade/beeem mais caras!) E mesmo assim tem algumas que tem de futucar com bastante força pra encaixar o plugue! Mas pergunta se nos EUA eles tão preocupados com isso!? Macaquice de político brasileiro que não tem o que fazer!
Cobalto
O pino africano é descomunal, é? Se você que tá dizendo... Mas falando sério, olha essa lista. O tipo brasileiro é o N. https://www.worldstandards.eu/electricity/plug-voltage-by-country/ Como eu falei, deve ter sido exportado pra lá como condição em algum esquema de propina, certamente o nine fingers tem alguma coisa a ver com isso.
John Smith
Então a situação é até ruim lá, hein? São formatos bem distintos.
Exibir mais comentários