Início » Negócios » Kodak diz que vai lançar criptomoeda e ações disparam 60%

Kodak diz que vai lançar criptomoeda e ações disparam 60%

Por
27 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Já falamos de companhias que estão trocando de nome para aproveitar a mania das criptomoedas, como uma empresa de tabaco, uma rede de fast food e uma fabricante de chá gelado. Todas elas viram suas ações subirem depois da mudança. A nova velha empresa a aderir ao negócio é a Kodak, que vai fazer uma oferta inicial de tokens (ICO) para lançar uma criptomoeda para fotógrafos.

Nesta terça-feira (9), a Kodak anunciou que fechou uma parceria com a Wenn Digital para lançar a KodakCoin. Trata-se de uma “criptomoeda com foco em fotografia para capacitar fotógrafos e agências a terem maior controle no gerenciamento de direitos de imagens”. Uma rede baseada em blockchain permitirá que os fotógrafos licenciem seus trabalhos e ganhem dinheiro (na verdade, KodakCoins) por isso.

Como aconteceu com várias outras empresas, a Kodak viu suas ações dispararem com a novidade. As ações da companhia abriram a US$ 3,10 na bolsa de Nova York e chegaram a ser negociadas a US$ 4,95, uma alta de 59,7%. No momento em que escrevo este parágrafo, os papeis estão subindo 36% no dia.

A Kodak foi fundada em setembro de 1888 e, durante muito tempo, dominou o mercado de fotografia, sendo responsável pela venda de 90% dos filmes fotográficos no final da década de 1970. A empresa inventou as câmeras digitais, mas não entrou de cabeça no mercado para continuar lucrando com filmes. Foi destruída pelas concorrentes e entrou com pedido de falência, mas se recuperou em 2013.

Desta vez, não dá para dizer que eles não estão atentos às novidades do mercado.