Início » Games » O Game Boy está voltando, mas não pelas mãos da Nintendo

O Game Boy está voltando, mas não pelas mãos da Nintendo

Por
44 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Embarcando no sucesso dos relançamentos de consoles clássicos, a fabricante de periféricos Hyperkin decidiu se antecipar à própria Nintendo e anunciou que trará de volta outro videogame que fez parte da infância de muita gente: o Game Boy.

Apresentado na CES 2018 com o nome temporário de Ultra Game Boy, o novo portátil será uma versão moderna e aperfeiçoada do console clássico, mas mantendo boa parte de suas características originais.

Foto: Gizmodo

De acordo com o Gizmodo, o Ultra Game Boy terá um corpo em alumínio resistente, mantendo os botões originais de volume e contraste, mas adicionando um terceiro botão circular para ajustar ou desligar a luminosidade da nova tela de LCD colorida.

Outras melhorias incluem as 6 horas de duração da bateria, uma porta de carregamento USB-C, um par de alto falantes estéreo, entradas de fones de ouvido, e saídas de áudio para a esquerda e para a direita – especiais para os músicos de chiptune criarem suas melodias utilizando o console.

Foto: Gizmodo

Ao contrário do NES e do SNES Classic lançados pela Nintendo, o Game Boy da Hiperkin não terá jogos gravados na memória. Ou seja: o jogador terá que usar as fitas originais do console antigo no portátil novo. No entanto, o Ultra Game Boy oferece suporte tanto aos cartuchos de Game Boy quanto aos de Game Boy Color.

A Hyperkin pretende lançar o Ultra Game Boy (ou qualquer que seja o nome oficial do aparelho até lá) no começo do terceiro trimestre nos EUA por pelo menos US$ 100 (cerca de R$ 325) — um pouco mais salgado do que os preços sugeridos para o NES (US$ 59,99) e para o SNES (US$ 79,99) da Nintendo.