Início » Computador » Intel admite problemas em correção para Meltdown e Spectre em processadores mais recentes

Intel admite problemas em correção para Meltdown e Spectre em processadores mais recentes

Emerson Alecrim Por

Na semana passada, a Intel reconheceu que correções para as falhas Meltdown e Spectre estavam fazendo computadores com processadores Haswell e Broadwell reiniciarem repentinamente. Mas sempre dá para piorar: a companhia acaba de reconhecer que as atualizações também estão causando problemas em chips mais recentes.

A Intel afirma que, depois que recebeu notificações sobre computadores com processadores Haswell (quarta geração) e Broadwell (quinta) reiniciando após a aplicação do update, passou a investigar o problema. Nessa análise, a companhia constatou que gerações mais antigas e mais recentes também podem ser afetadas: os chips Sandy Bridge (segunda), Ivy Bridge (terceira), Skylake (sexta) e Kaby Lake (sétima).

Em outras palavras, a maior parte dos processadores lançados nos últimos anos pode ter problemas com as correções. Isso não significa que todos os computadores atualizados vão reinicializar, mas, como a Intel ainda não sabe o que está causando a falha, fica difícil estimar o número de máquinas sob risco.

Mas uma nova atualização está próxima. A Intel afirma que está avançando na identificação da causa: "paralelamente, enviaremos microcódigos beta a parceiros para validação na próxima semana".

Essa situação fez a companhia ficar longe da promessa de corrigir 90% dos processadores lançados nos últimos cinco anos até 15 de janeiro. Mas esse atraso, por assim dizer, não preocupa muito. A prioridade é a disponibilização de atualizações eficazes.

No comunicado, a Intel também fala do impacto dos updates no desempenho de servidores, um dos aspectos que mais preocupam atualmente. Em tarefas comuns, as atualizações causaram queda de performance de 2%. Em um teste de Processamento de Transações em Tempo Real (OLTP, na sigla em inglês), houve impacto de 4%. O desempenho chegou a cair 25% em um teste de processamento rápido em servidores de armazenamento.

Os trabalhos para diminuir o impacto negativo das atualizações continua, explica a Intel, mas, como dá para perceber, há muitos fatores envolvidos. Essa história ainda vai longe.

Com informações: Engadget.

Mais sobre: , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Daniel Nunes
Um problema que afeta todas as gerações de cpus e, "só foi descoberto agora". Isto me cheira a obsolencia programada, logo eles lançam uma nova geração livre da tal vulnerabilidade!
Felipe Xavier
2 Kaby Lake por aqui e sem falhas no momento.
biscoitao
Skylake aqui e já reiniciou sozinho umas 3x
adrielmenezes
Skylake aqui e já reiniciou sozinho umas 3x
Alberto Prado
Tb tô na mesma com um notebook aqui... O resto é tudo AMD e tudo sussa.
Paul
Sim, acho que é via WU msm. No macOS pela AppStore.
Cobalto
Enquanto isso, nos laboratórios da Intel

https://uploads.disquscdn.com/images/5dc323046f1b20b7ec0167789c301bc91a51efc2f8af3114aee31439da4decf1.png
???????Feripe Hatsune?
Outro Haswell aqui, tudo bem por enquanto.
Estamos de olho
VolksW4GNER
Nem vou atualizar.
Vinicius Wagner
Nem vou atualizar.
Eric Viana
Pessoal, dúvida de leigo aqui... Já que está nesse impasse e roda da fortuna para saber se sua máquina vai ser sorteada para ficar em looping...como essas atualizações chegam? Vem pelo Windows Update e pelo Uptade de OS na App Store do Mac? Já que a maioria de nós não faz parte da CIA, nem é alvo de hackers com tanto afinco será que vale a pena desligar os updates até tudo "normalizar"? :-/
Robert Rey
i5 Kaby Lake até agora normal
Trovalds
Haswell aqui. So far, so good.
Marco Antonio
Sabia que meu pc não tinha começado a dar a tela azul do nada sozinho!! Fak, Intel.