Início » Comportamento » YouTube vai investir US$ 5 milhões em vídeos positivos após polêmicas

YouTube vai investir US$ 5 milhões em vídeos positivos após polêmicas

Por
29 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

O YouTube se envolveu em uma série de polêmicas no último ano, desde vídeos violentos destinados a crianças, até o episódio da “floresta dos suicídios” no Japão. A empresa quer seguir em frente, e por isso anunciou um reforço em sua iniciativa para promover bons YouTubers.

A iniciativa YouTube Creators for Change será expandida este ano. Alguns canais, a serem revelados “nos próximos meses”, ganharão um total de US$ 5 milhões para produção e marketing.

O Creators for Change foi criado em 2016, e conta atualmente com 39 YouTubers cujos “vídeos provocam reflexão e mostram o poder de incentivar a empatia e a compreensão em todo o mundo”.

Eles trabalham em projetos para conscientizar o público sobre assuntos como refugiados, bullying, xenofobia e racismo. O YouTube quer incluir mais canais nessa iniciativa.

No entanto, como lembra o The Verge, o YouTube ainda enfrenta o fato de que os canais mais controversos também são os mais populares.

A maioria dos Creators for Change têm um público relativamente pequeno — Humza Productions tem 400 mil inscritos; Franchesca Ramsey tem 250 mil; Sam Saffold tem 25 mil — e têm dificuldade em monetizar seus vídeos cobrindo assuntos importantes.

Enquanto isso, Logan Paul —por trás da controvérsia sobre a “floresta da morte” — está de volta ao YouTube com um vídeo sobre prevenção ao suicídio. Seu canal ultrapassou 16 milhões de inscritos; ele ganhou um milhão de novos assinantes no último mês.

Com informações: YouTube, The Verge.

Mais sobre: