No dia 28 de janeiro, comemora-se o Dia da Privacidade de Dados nos EUA, Canadá, Europa e outros lugares. Empresas como Microsoft e Google anunciaram iniciativas nesse sentido, assim como o DuckDuckGo — um motor de buscas que não monitora você.

Esta semana, o DuckDuckGo lançou atualizações para seus apps e extensões de navegador para embutir um bloqueador de rastreamento, ajudando a defender sua privacidade.

Foto por Ian Clark/Flickr

O DuckDuckGo Privacy Browser está disponível para iOS e Android. Por sua vez, a extensão Privacy Essentials pode ser instalada no Chrome, Firefox e Safari. (O Opera está no radar deles, mas ainda não há data prevista de lançamento.)

A grande maioria dos sites usa rastreadores ocultos, especialmente do Google e do Facebook, absorvendo suas informações pessoais para acompanhar você com anúncios. “Eu acho que as pessoas estão começando a acordar para isso”, diz o CEO e fundador Gabe Weinberg ao TechCrunch.

Para o bloqueio de rastreadores, o DuckDuckGo usa tecnologia da EasyList e do Disconnect, assim como recursos próprios “para que menos sites quebrem”, explica Weinberg.

A ideia aqui não é bloquear anúncios, e sim rastreadores de terceiros. Na verdade, o próprio DuckDuckGo depende de propagandas com base nos termos de pesquisa. A empresa é lucrativa desde 2014, segundo Weinberg, e está com recursos para se expandir além de buscas na web.

O DuckDuckGo também oferece um Índice de Privacidade, que indica se determinado site possui rastreadores ocultos; se está criptografando sua conexão via HTTPS; e se tem políticas de privacidade abusivas. A nota varia de A a F.

Além disso, se o DuckDuckGo detectar que um site oferece uma versão HTTPS, ele redireciona você para a versão criptografada.

O DuckDuckGo está crescendo bem: no ano passado, ele serviu 6 bilhões de buscas, aumento de 50% em relação a 2016. Competir com o Google é difícil, “mas agora que sentimos que podemos fazer isso bem, estamos avançando nessa visão mais ampla de proteger as pessoas na internet”, diz Weinberg.

Com informações: DuckDuckGo, TechCrunch.

Tecnocast 057 – O fim da privacidade

Você pagaria 500 dólares por ano para utilizar o Google? E se eu te dissesse que é mais ou menos esse o valor dos seus dados para a empresa? A internet só existe como conhecemos hoje por conta desse modelo “grátis”, mas seria impossível desenvolver serviços de qualidade sem recursos. Ou seja, de alguma forma, alguém precisa pagar a conta.

Nesse episódio conversamos sobre o que empresas e governos estão fazendo com os nossos dados. Se você pensa que não tem nada a esconder, vai mudar de ideia depois de ouvir esse Tecnocast. Dá o play e vem com a gente!

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Flávio Fearn
Sim, o DuckDuckGo supera o google em muitas coisas, inclusive. Dificilmente preciso voltar ao Google pra pesquisar algo. Já o utilizo há mais de 2 anos juntamente com o Firefox.
palatoqueimado
"No dia 28 de janeiro, comemora-se o Dia da Privacidade de Dados nos EUA" https://uploads.disquscdn.com/images/4e48d3fa5c402f5867e6bf6a59f4f8063c88440f133f256767db2b756ed4d547.jpg
Molinex
Privacidade (ou, o máximo que se pode conseguir, já que privacidade total é impossível), é com o Tails... Como não necessito desse nível de privacidade (na verdade, nem ligo pra isso), evito ficar pendurando tralhas pra pesar o navegador, com essa finalidade... Também não vejo problema na googlona fazer 500 verdinhas com meus dados (teria problema se além dessa grana que ela levanta com telemetria, ela ainda cobra-se, e cobra-se caro, por licença, como alguns fazem por aí). Até porque não acho que meus dados velem tudo isso, mas se eles conseguem levantar essa grana com eles, estão trabalhando bem... No entanto, quando o firefox quantum entrou na minha politica de 1 mês, usei o PatoPatoVai como buscador. Acho que vou passar mais um tempo com o Pato. Afinal, eles também merecem levantar umas verdinhas com meus dados...
Cobalto
Eu uso Ghostery + Disconnect, mas vamos dar uma olhada nesse aí.
Programador Front-End
A extensão Privacy Essentials pode ser adicionada no Opera sim. Basta você ter as extenções do Chrome habilitadas. Aqui ta funcionando de boas
Alexandre Roberto
mudei pro buscador padrao pra ele mais por curiosidade e "por torcer pros azaroes"... Nos 1o dias, estranhei a ordem das buscas....mas...2 ou 3 dias me acostumei e blza. Depois q soube dessa funcao de privacidade, ficou como um bonus..apesar de q nao mudou minha vida
Will

Não uso, mas vc consegue fazer uma pesquisa nele como se tivesse usando o Google, e com a sua privacidade intacta

Weller Santibanez
Não uso, mas vc consegue fazer uma pesquisa nele como se tivesse usando o Google, e com a sua privacidade intacta
avinicius
É diferente do que já tem no Firefox? https://support.mozilla.org/pt-BR/kb/protecao-contra-rastreamento-navegacao-privativa
CtbaBr©
Já tem um bom tempo que eu uso DuckDuckGo no Opera, realmente ele tem varias configurações de privacidade, somadas ao VPN do Opera, show!