O Galaxy S8 e Note 8 têm um scanner de íris que funciona mesmo no escuro por meio de infravermelho. É uma alternativa a desbloquear o aparelho com o leitor de digitais, que fica na traseira.

No entanto, o scanner de íris não se sai muito bem em ambientes iluminados, que causam reflexo na lente; nem quando o usuário está com óculos. Por isso, a Samsung está preparando algo chamado “Intelligent Scan”.

O recurso foi descoberto por Maxwell Weinbach no aplicativo Configurações que acompanha o Android 8.0 Oreo beta para o Galaxy Note 8.

O Intelligent Scan usa reconhecimento de face e íris ao mesmo tempo “para uma melhor precisão e segurança”, e vem acompanhado por um vídeo de demonstração:

Acredita-se que esse recurso dará as caras no Galaxy S9 e S9+. Os aparelhos virão com o processador Exynos 9810, que a Samsung ser capaz de “escanear o rosto de um usuário em 3D para detecção de rosto” — semelhante ao Face ID do iPhone X.

O Galaxy S9 e S9+ serão anunciados oficialmente em 25 de fevereiro. E pode ser que os usuários do Galaxy S8 e Note 8 recebam o Intelligent Scan através da atualização oficial para o Android Oreo.

Com informações: SamCentral, Engadget.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

 Evandro Sousa

Esse leitor de iris é defeituoso, inseguro e machuca os olhos segundo os reviews ai pelo YouTube.

? Evandro Sousa
Esse leitor de iris é defeituoso, inseguro e machuca os olhos segundo os reviews ai pelo YouTube.
SPAM DO IPHONE BARATO
deveria ter leitor de pica! Coloque a geba em cima da tela e desbloqueia. Pra que tudo isso, só colocar senha e pronto. Viadagem
Miguel Dornaes - Virtuamigtec
A Samsung uma foto em frente a camera ja é suficiente para destravar
Carlin
"E pode ser que os usuários do Galaxy S8 e Note 8 recebam o Intelligent Scan através da atualização oficial para o Android Oreo." Quando o assunto é segurança uma atualizaçao de software nunca sera o bastante! Sem falar que as duas solucoes possuem falhas.
Henrique Ferreira Lima
Reconhecimento facial é muito ruim mesmo no S8, mas o leitor de íris até que é bem eficiente em locais com menos iluminação ou luz artificial (desde que não tenha uma lâmpada em cima da pessoa). Se unir as duas funções, pode ser a solução para a principal falha do recurso. Aprovei
Veritas
Normal para a Samsung: faz as coisas "nas coxas" para dizer que foi a primeira.
Trovalds
Fizeram uma tecnologia falha, a concorrência fez melhor (e olha que dizem as notícias que tiveram que "simplificar") e a Samsung resolveu insistir no conceito incluindo uma solução... que também pode ser driblada.
Leandro Nascimento
Opa...estão correndo atrás de uma tecnologia ruim que a concorrente fez diferente e melhor...