O Facebook continua investindo recursos para conquistar a atenção dos gamers. Após firmar uma parceria com a ESL para transmitir campeonatos de esports, a rede social anunciou um programa de incentivo a criadores de conteúdo de jogos.

Streamers selecionados pelo Facebook poderão receber gorjetas dos fãs em suas transmissões através do Gaming Creator Program. A funcionalidade é similar a que já existe em plataformas concorrentes, como o Twitch.

Quem quiser colaborar com seu streamer favorito poderá dar uma gorjeta de no mínimo US$ 3. O Facebook, porém, ainda não definiu quais serão as vantagens recebidas por quem contribuir.

“Ainda há muito trabalho a se fazer, mas estamos comprometidos em construir a arquitetura básica que os criadores gamers precisam para ter sucesso”, diz Leo Olebe, diretor global da área de games do Facebook, no anúncio feito no blog da companhia.

O programa também inclui outras ferramentas para auxiliar os produtores de conteúdo, como transmissão ao vivo em 1080p a 60 quadros por segundo. No entanto, detalhes como a porcentagem da receita que os criadores dividirão com o Facebook ainda não foram divulgados.

O Facebook já tem alguns parceiros selecionados, e os interessados podem se inscrever através deste link. O Gaming Creator Program começou a funcionar no último sábado (27), com transmissões do jogo de sobrevivência H1Z1.

Outra plataforma de streaming que também irá adotar a opção de gorjetas é o Mixer, da Microsoft. De acordo com um post no blog oficial, será possível doar dinheiro aos streamers direto do aplicativo padrão de transmissões do Xbox One ainda em 2018.

A Microsoft também irá implementar a possibilidade de comprar diretamente do Mixer o jogo ou DLC que está sendo transmitido. A princípio, a opção será apenas para os jogos vendidos na Microsoft Store, e os streamers receberão uma porcentagem das vendas feitas pelas suas transmissões.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Renan Alves
dificilmente o facebook conseguira tomar o lugar do youtube se nao mudar totalmente o layout
Nautica
Isso porque o foco deles anteriormente nunca foi o Video, toda essa mudança começou no ano passado com o lançamento do Watch, eles tem dinheiro e pessoas capacitadas pra isso, basta querer, e ao meu ver eles estão tentando, já foi muito pior.
marcos_5000
O player do Facebook é uma porcaria a anos. Concorrência é bom, mas vindo do Facebook, eu só espero coisa ruim.
Nautica
Eles vão lançar a plataforma em abril na PAX, se não estou enganada. E sobre o feedback da ESL foi mais por choramingos da fanbase do dota e twitch que realmente problemas com plataforma, eu assisti e enfrentei pouquíssimos problemas. O ser humano é avesso a mudanças, a primeira experiencia sempre vai ter esse teor negativo, a plataforma também é "nova", eles ainda tem muito o que melhorar, e estão tentando. Como eu falei acima concorrência sempre é bom, quem sabe o Youtube não aproveita e melhora a deles.
Nautica
Eles estão trabalhando para melhorar, concorrência sempre é bom.
X-Tudãoᴳᴼᵀ

Tem que melhorar o player.

Tom
Tem que melhorar o player.
Mailton Dias
Possível que eles adiantem esse lançamento pro começo da temporada da ESL de CS:Go. A ESL teve um feedback muito negativo com as transmissões do último campeonato de Dota via Facebook.
Nautica
Eles irão lançar uma plataforma similar a Twitch tb, ainda não está totalmente pronta, sai em abril, mas alguns ja podem dar uma olhada aqui. https://www.facebook.com/gaming/ se chama Facebook Gaming
marcos_5000
Infelizmente tem essa possibilidade, mas por favor, não. O player do Facebook é horrível. :S
Nautica
Eles já estão testando isso.
Bacon
Basicamente isso.
raphaela1
No dia que o FB colocar ads nos vídeos e remunerar os criadores, o YouTube já pode dizer adeus