Início » Celular » As empresas que mais venderam smartphones em 2017

As empresas que mais venderam smartphones em 2017

Felipe Ventura Por

O mercado de smartphones está amadurecendo. Suas melhorias vêm sendo cada vez mais pontuais, reduzindo os motivos para comprar um aparelho novo. O relatório mais recente da IDC aponta para essa tendência.

As vendas globais de smartphones em 2017 tiveram uma queda de 0,1%, totalizando 1,47 bilhão de aparelhos.

Foto por Kārlis Dambrāns/Flickr

A Samsung está em primeiro lugar no ranking, com 317 milhões de unidades vendidas, alta de 1,9% em relação ao ano anterior. “Apesar do fracasso do Note 7, combinado à interminável pressão coletiva das fabricantes chinesas e da Apple, ela conseguiu permanecer no topo”, diz a IDC.

A Apple vem em segundo lugar, com 215 milhões de unidades. Sua linha de produtos em diferentes níveis de preço — do iPhone SE, mais acessível, ao caríssimo iPhone X — “teve apelo para uma gama mais ampla de consumidores nos mercados emergentes e desenvolvidos”.

A Huawei está em terceiro lugar, com 153 milhões de unidades. Ela teve alguns lançamentos bem interessantes, como o Mate 10: ele tem processador Kirin 970, da própria Huawei, focado em inteligência artificial. A chinesa quer liderar o mercado global de smartphones até 2020, mas vem enfrentando obstáculos para se expandir nos EUA.

A Oppo conseguiu o quarto lugar, com 112 milhões de unidades — aumento de 12% em um ano. A fabricante chinesa está se expandindo para outros países, como Índia, Indonésia e Vietnã.

Por fim, temos a Xiaomi: 92,4 milhões de unidades, um crescimento notável de 74%. Ela é forte na China e vem expandindo sua presença na Índia, Rússia e Indonésia, especialmente através de lojas físicas. O Redmi 5A, lançado pelo equivalente a US$ 78, vendeu mais de um milhão de unidades em um mês.

As “outras” incluem nomes como LG, Motorola, Sony, Alcatel, Vivo (sem relação com a operadora) e mais fabricantes. Somadas, elas venderam 577,7 milhões de smartphones, queda de 11,7% em um ano.

Com informações: IDC.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ

Mac talvez, mas iphone acredito que não.

Usei por um tempo e não gostei muito.

Mago Erudito®
Mac talvez, mas iphone acredito que não. Usei por um tempo e não gostei muito.
CtbaBr©
Se eu morasse la fora, certamente teria um iPhone e um Mac, mas aqui não dá, não é a minha realidade!
Rafael Moreira
Conheço uma pessoa que conseguiu indenização com LG G4. Após levar o aparelho 3x na assistência. Procon deu causa ganha. De fato o único aparelho da LG que tive foi um Nexus 5. Eu não compro mais nada da marca, o aparelho não deu problema de bootloop. Mais teve várias falhas em se tratando de botão power e carcaça do aparelho. Não arrisco mais comprar nada dessa marca.
Marcus Araújo
Curiosamente, Huawei e Oppo não caíram tanto no gosto brasileiro que adora importar.
Meninão Bobo
Chinesada é complicado, quando uma familia muda de marca de smartphone acontece isso... Xiaomi caindo e as outras subindo..
Veritas
A Xiaomi vendeu pouco porque começou com aquela frescura de "leilão" e coisa e tal onde colocavam poucos aparelhos à venda. Conheço muita gente, inclusive eu, que desistiu de comprar por causa daquela baboseira.
Gabriel Arruda
O Brasil tem a questão da fabricação nacional, para você entrar aqui precisa ter uma fábrica (ou ser a Apple), se não você não consegue como foi o caso da Xiaomi.
Louis
Tenho um LG G3 e tive que importar peças da China para consertar o aparelho (atendimento foi péssimo). Fuja dessa marca.
🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ

A LG vendeu milhões de celulares com um problema já conhecido de bootloop e não se prontificou a ressarcir os consumidores.

Comprei dois nexus 5x e viraram peso de papel depois de 8 e 10 meses de uso.

Nos EUA só fizeram acordo com os clientes afetados pq lá a justiça funciona fazendo a arbitragem necessária para ter um mercado justo. Aqui eu entrei no Procon e julgaram como improcedente meu pedido de indenização.

fonte: https://tecnoblog.net/23349...

Mago Erudito®
A LG vendeu milhões de celulares com um problema já conhecido de bootloop e não se prontificou a ressarcir os consumidores. Comprei dois nexus 5x e viraram peso de papel depois de 8 e 10 meses de uso. Nos EUA só fizeram acordo com os clientes afetados pq lá a justiça funciona fazendo a arbitragem necessária para ter um mercado justo. Aqui eu entrei no Procon e julgaram como improcedente meu pedido de indenização. fonte: https://tecnoblog.net/233499/lg-acordo-processo-bootloop/
Elindaa
Vejamos o canal on-line por exemplo Mudbound : NETFLIX3DLIVE.BLOGSPOT.COM
antônio
A bem da verdade, a estratégia deles no Brasil também não foi a melhor possível. Se na China funciona aquele sistema todo de filas enormes e lançamentos apenas pela internet que esgotam em segundos, aqui o mercado é bem diferente. Sem contar que eles resolveram trazer para cá apenas aparelhos de faixas de preço mais baixas, que tipicamente apelam a um público que está acostumado a comprar fisicamente, no varejo. As pessoas dispostas a arriscar levando um smartphone de uma marca “desconhecida” (e só pela internet) não estavam procurando o que eles estavam oferecendo, e continuaram comprando no GearBest (e assemelhados). Os outros continuaram levando os celulares da Motorola e Samsung, por falta de confiança ou de conhecimento mesmo.
Glauco
Aqui a população em geral é mais resistente a testar marcas "desconhecidas". Veja o exemplo da Xiaomi, veio, vendeu pouco, tomou prejuízo e saiu.
Glauco
Algum motivo em especial? Eu não tenho um, mas conheço algumas pessoas que tem e estão bem satisfeitos e olhe que uns já vão no terceiro LG seguido.
Exibir mais comentários