Início » Negócios » Bitcoin cai mais após bancos proibirem compra de criptomoeda com cartão de crédito

Bitcoin cai mais após bancos proibirem compra de criptomoeda com cartão de crédito

Paulo Higa Por

As últimas semanas têm sido complicadas para o bitcoin: a moeda vem enfrentando quedas seguidas, passa por um cenário de incerteza na Ásia e enfrenta uma investigação dos Estados Unidos sobre uma possível manipulação no preço. Nesta segunda-feira (5), o bitcoin caiu ainda mais, chegando a atingir US$ 7.324 — uma baixa de 13% nas últimas 24 horas.

Foto por Antana/Flickr

O motivo da queda, de acordo com a Reuters, é a proibição da compra de criptomoedas por meio de cartões de crédito. Bancos dos Estados Unidos, incluindo Chase e Citibank, além do britânico Lloyds, decidiram barrar essas transações. O Chase foi o único que explicou a mudança: segundo a instituição, o banimento ocorreu devido ao risco e à volatilidade das criptomoedas.

A Bloomberg acrescenta que os bancos podem ter vários problemas ao permitirem a compra de bitcoins com cartão de crédito, já que essas transações podem ser feitas com cartões roubados; e as instituições financeiras são obrigadas pelos órgãos regulatórios a monitorarem sinais de lavagem de dinheiro (uma tarefa que se torna bem difícil a partir do momento em que os dólares se transformam em bitcoins).

Desde o dia 17 de dezembro, quando o bitcoin chegou a valer US$ 19,7 mil, a criptomoeda caiu 62,9%. Em uma semana, a cotação foi de US$ 11.357 para US$ 7.324, uma baixa de 35,5%.

Mais sobre: ,