Início » Jogos » Este chaveiro é um Game Boy que cabe no seu bolso

Este chaveiro é um Game Boy que cabe no seu bolso

Por
1 ano e meio atrás

Quem teve um Game Boy certamente o carregava para todos os cantos, afinal, ele era um console portátil e bem compacto. Mas imagine se ele fosse ainda menor, quase do tamanho de um chaveiro?

Pois essa é a ideia do PocketSprite, um mini-console que literalmente cabe no bolso e pode emular, além do próprio Game Boy, outros videogames clássicos como Game Gear, Game Boy Color e Master System.

Ele possui uma tela OLED, conexões Bluetooth e Wi-Fi, bateria recarregável e um alto-falante integrado. Sua configuração conta com um processador dual-core, um chip ESP32 de 240 MHz, e 520 kB de RAM.

O projeto é open source, o que significa que pode ser alterado para rodar jogos de outros consoles além dos suportados pelo emulador padrão. Para adicionar as ROMs, basta conectar o PocketSprite a uma rede Wi-Fi e transferir os arquivos pelo computador através de uma interface web.

O PocketSprite está sendo vendido por meio de uma campanha de crowdfunding em duas versões: um modelo pronto e um kit que você mesmo pode montar. Os preços variam de US$ 45 para o kit DIY até US$ 200 para a edição de luxo.

Quem apoiou o projeto logo no começo receberá as primeiras unidades a partir do dia 15 de abril. As outras estão programadas para serem despechadas a partir do dia 15 de maio, com frete grátis.

Esta não é a primeira vez que alguém cria uma versão ainda mais portátil do Game Boy. Um desenvolvedor criou um chaveiro do Game Boy Advanced, e existem outros projetos similares ao PocketSprite, como o Arduboy, baseado em Arduino; o PocketStar, que também tem uma campanha de crowdfunding; e o BittBoy, uma versão portátil do NES. Além disso, o próprio Game Boy está prestes a ser relançado, mas não pelas mãos da Nintendo.

Com informações: The Verge

Mais sobre:
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.