Início » Mobile » Google quer que o sucessor do SMS funcione mais como o WhatsApp

Google quer que o sucessor do SMS funcione mais como o WhatsApp

Por
09/02/2018 às 15h50
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

O Google vem tentando conquistar espaço entre os apps de mensagens, sem muito sucesso. WhatsApp e Facebook Messenger estão muito à frente do Allo, Duo e Hangouts em número de usuários.

Por isso, o Google vem apostando no RCS (Rich Communication Service), a evolução do SMS. Você pode compartilhar fotos e vídeos, criar bate-papos em grupo, saber se o destinatário leu a mensagem, e ver quando alguém está digitando.

O app Android Mensagens é compatível com esse serviço e deve se aproximar mais do WhatsApp, segundo uma análise de APK do Android Police e XDA Developers.

Você poderá parear seu smartphone com um computador e enviar mensagens de texto através do navegador. O procedimento é semelhante ao WhatsApp Web (e Allo), exigindo escanear um QR code em seu PC ou Mac.

A lista de navegadores compatíveis é longa: Google Chrome, Microsoft Edge, Mozilla Firefox, Opera, Safari — até o Internet Explorer está incluso. Assim como no WhatsApp, você poderá ver uma lista de computadores conectados, e desconectar um deles ou todos.

Além disso, parece que o Android Mensagens terá suporte a compras e pagamentos. Há algumas strings bem sugestivas no app, como “fechar carrinho” e “resumo do pedido”. O WhatsApp está testando um recurso de pagamentos na Índia, e ganhou uma versão para empresas.

Há também algo chamado “recursos de bate-papo”, que provavelmente é o RCS. Você pode enviar esse tipo de mensagem se estiver na Oi, Claro ou Vivo. Isso usa a nuvem do Google (Jibe RCS) para conectar as operadoras, e o código do app menciona isso: “os recursos de bate-papo são providos pelo Google”.

Essas referências aparecem na versão 2.9 do Android Mensagens, mas ainda não estão ativas.

Com informações: Engadget.