Início » Computador » Os novos AMD Ryzen 3 e 5 são baratos e têm GPUs excelentes

Os novos AMD Ryzen 3 e 5 são baratos e têm GPUs excelentes

Por
27 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Anunciados na CES 2018, os processadores Ryzen 3 2200G e Ryzen 5 2400G começaram a ser vendidos recentemente, mas alguns veículos especializados tiveram acesso antecipado a eles. Os primeiros testes já estão sendo divulgados, portanto, e mostram que os dois chips podem agradar bastante aos jogadores de plantão.

Ryzen 3 2200G e Ryzen 5 2400G

O Ryzen 3 2200G é um chip de quatro núcleos, quatro threads, clock de 3,5 GHz (3,7 GHz em boost), GPU Radeon Vega 8 de até 1.250 MHz e TDP de até 65 W. Já o Ryzen 5 2400G traz quatro núcleos, oito threads, clock de 3,6 GHz (3,9 GHz em boost), GPU Radeon RX Vega 11 e, novamente, TDP de até 65 W.

Os dois são muito baratos, pelo menos quando comparados aos processadores da Intel. O Ryzen 3 2200G custa US$ 99 nos Estados Unidos. Já o Ryzen 5 2400G sai por U$ 169. Mas isso não quer dizer que o desempenho de ambos é baixo, pelo contrário: eles oferecem performance consistente nas aplicações cotidianas e convenceram nos testes gráficos.

Não dá para esperar desempenho similar ao de placas de vídeo high-end, obviamente. Mas o usuário que utiliza placas de custo baixo ou médio vai encontrar desempenho superior a estas em diversos jogos, embora as configurações gráficas provavelmente tenham que ser intermediárias na maioria deles.

 Ryzen 5 2400G no Civilization VI

Só para dar um exemplo, o Ryzen 5 2400G só perdeu para a GPU Nvidia GeForce GT 1030 no teste de média de frames com o Civilization VI (em 1080p) do AnandTech. Já em um benchmark feito com o PCMark 10 Extended, o chip da AMD registrou 3.744 pontos contra 2.849 de um Core i5-8400 na avaliação do ExtremeTech.

A percepção geral é a de que, atualmente, o Ryzen 3 2200G e o Ryzen 5 2400G são os chips com GPU integradas que oferecem o melhor desempenho gráfico para as categorias que representam. No curto prazo, talvez eles só serão superados por chips da própria AMD: a companhia promete lançar vários modelos Ryzen ao longo de 2018.