Início » Mobile » Essential Phone, apoiado pelo pai do Android, vendeu só 88 mil unidades

Essential Phone, apoiado pelo pai do Android, vendeu só 88 mil unidades

Por
27 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Andy Rubin é o cofundador da Android Inc., que criou o sistema operacional extremamente popular do Google. Seu projeto mais recente é o Essential Phone, com boas especificações, tela com “notch” e encaixe para acessórios modulares.

Concorrer com Apple e Samsung em smartphones high-end não é tarefa fácil. Segundo a IDC, apenas 88 mil unidades do Essential Phone foram distribuídas em 2017, durante seis meses no mercado.

Isso é muito menos do que a Essential previa. No ano passado, o diretor de operações Niccolo de Masi disse ao TechCrunch: “nós teremos uma trajetória de crescimento similar provavelmente ao que você viu na abordagem da Apple para o iPhone. Eles venderam um milhão no primeiro ano. Não porque não existisse demanda por mais, mas porque não conseguiam fabricar mais do que isso”.

O Essential Phone foi lançado por US$ 699. Alguns meses depois, o preço foi reduzido permanentemente para US$ 499, e chegou a US$ 399 em uma promoção na Black Friday. Nos EUA, onde as pessoas costumam comprar smartphones na operadora, ele está disponível apenas na Sprint.

Os reviews foram, em geral, positivos. No entanto, a qualidade das fotos era meio decepcionante, e o app da câmera tinha problemas de estabilidade. A Essential preparou atualizações de software nos últimos meses para resolver isso.

Além disso, a concorrência é forte demais. A Apple vendeu 1 milhão de iPhones 8/8 Plus/X por dia no último trimestre. Ainda assim, a empresa criada por Andy Rubin vale mais de US$ 1 bilhão, e diz que tem planos para os próximos dez anos — será que ela consegue durar até lá?

Com informações: TechCrunch, Engadget.

Mais sobre: , ,