Início » Negócios » Cartão Brazilian Business: como funciona e é confiável?

Cartão Brazilian Business: como funciona e é confiável?

Cartão pré-pago funciona com as bandeiras Visa e MasterCard mas não é muito vantajoso

Jean Prado Por
TB Responde

O cartão Brazilian Business Bank ganhou popularidade nos últimos meses, porém a empresa ainda é pouco conhecida e surge a dúvida se a oferta é, realmente, confiável. Além disso, é importante saber como funciona, na prática, o cartão.

Uma consulta completa ao site da Brazilian Business, à Receita Federal e alguns telefonemas foram capazes de esclarecer diversas dúvidas levantadas ao analisar a página do cartão. Vamos lá.

Como funciona?

O principal ponto é que o Brazilian Business é um cartão de crédito pré-pago, emitido pela Brasil Pré-Pagos na bandeira Visa, e pela ZenCard na bandeira MasterCard. Como de praxe com cartões pré-pagos, não há consulta ao SPC/Serasa ou análise de crédito para obter um cartão e você precisa recarregar antes de usar.

Graças à Brasil Pré-Pagos, o cartão BBB Visa também dá acesso a uma conta que faz TED, DOC e paga boletos. Não é possível receber transferências de outras contas, porém; a conta é administrada pela Brasil Pré-Pagos.

Por telefone, a Brasil Pré-Pagos confirmou ao Tecnoblog que a BBB é uma parceira comercial da empresa, ou seja, pode mediar a emissão dos cartões e cobrar suas próprias taxas por cima.

Sim, há taxas. Uma olhada na última seção da página de termos e condições define as tarifas, que são diferentes para os cartões com bandeira Visa e MasterCard:

  • Tarifa de aquisição: R$ 39,99 por cartão (ambas as bandeiras);
  • Recarga no cartão: R$ 3,25 por boleto gerado (Visa) e R$ 3,00 (MasterCard);
  • Tarifa de mensalidade: R$ 7,00 (Visa) e R$ 7,90 (MasterCard);
  • Tarifa de saque: R$ 9,80 por saque (Visa) e R$ 6,90 (MasterCard);
  • Transferência entre cartões pré-pagos: R$ 1,10 por transferência (Visa) e R$ 1,50 (MasterCard);
  • Consulta saldo Banco 24h (Tecban): R$ 1,25 por consulta (ambas as bandeiras).

Vale a pena? Não muito. Por ser somente uma mediadora, não há muita vantagem em pedir um cartão pré-pago na BBB. É mais prático você solicitar um cartão Visa na própria Brasil Pré-Pagos e pagar tarifas menores. A própria ZenCard e outras emissoras credenciadas pela MasterCard também saem mais em conta.

É confiável?

Não dá para deixar de falar da BBB sem apontar algumas irregularidades no site. Por exemplo, não há nenhuma menção ao CNPJ, nome completo ou endereço da empresa, o que viola os incisos I e II do Art 2º do decreto nº 7.962/2013, segundo uma advogada consultada pelo Tecnoblog que pediu para não ser identificada.

A advogada ressalta que as obrigações presentes no decreto “não são realmente cobradas pelo poder público”, mas a falta dessas informações pode ser usada como argumento em algum processo judicial ou cobrada por algum órgão de proteção ao consumidor, como o Procon.

Tecnoblog foi atrás das informações da empresa e descobriu que ela é registrada na Receita Federal desde 29/12/2016 como BRAZILIAN BUSINESS CARTOES PRE PAGOS LTDA, com o CNPJ 26.773.098/0001-03 e o mesmo telefone de contato informado no site, (13) 3357-8586.

Vale ressaltar que esse número é de um SAC terceirizado, que afirmou não ter o contato de algum funcionário da Brazilian Business. Ao Tecnoblog, o SAC demonstrou não conhecer essa informação do decreto, sugeriu que era uma opinião minha, mas que mesmo assim iria repassar ao setor responsável.

Outro ponto que pode ser frustrante é que o atendimento por e-mail não funciona — a gerente administrativa do SAC, identificada como Magda, me confirmou que ninguém lê as mensagens e que o contato deve ser feito por telefone.

O mesmo decreto informado anteriormente também dispõe no inciso V do Art. 4º que a empresa deve “manter serviço adequado e eficaz de atendimento em meio eletrônico”. Outro advogado ouvido pelo Tecnoblog confirmou que a falta de atendimento por e-mail é outra violação do decreto.

“Se eles não atendem por e-mail eles têm de fornecer um telefone gratuito (0800) ou local (4004), e não colocar a opção de e-mail como disponível. Colocar a opção e simplesmente ignora-la é atender um requisito da lei formalmente, só pra dizer que tem o que a lei exige”, informa o advogado, que também pediu para não ser identificado.

Além disso, diversas reclamações no ReclameAqui constatam que as tarifas do cartão não estavam claras, ou reclamam do fato do cartão ser pré-pago. Por telefone, a Magda disse ao Tecnoblog que a informação do modo de funcionamento do cartão está no primeiro item dos termos e condições e considera que as informações estão claras o suficiente.

Ao Tecnoblog, o SAC confirmou que o cliente consegue ser reembolsado caso já tenha pago a taxa do boleto se pedir o reembolso em até 7 dias corridos, em conformidade com o Código de Defesa do Consumidor (CDC). Logo depois, a ligação foi encerrada abruptamente por Magda e não consegui fazer outras perguntas.

Cartão Amigo do Pastor: o sumiço

Outros questionamentos eram sobre o cartão Amigo do Pastor, outra empresa que medeia o registro de cartões pré-pagos e tem dois sócios em comum com a Brazilian Business Bank, Merson Nor e Merson Nor Júnior.

Essa outra empresa está registrada no mesmo endereço da BBB e foi fundada pelos dois sócios acima e pelo pastor e candidato à deputado federal pelo PSC em 2010, Luiz Carlos Lemos, no dia 15/01/2010. Merson Nor é sócio-administrador das duas (e de mais três empresas). Apesar da empresa ainda existir, o site está fora do ar.

Em uma versão do amigodopastor.com.br recuperada de 16 de maio de 2017, o Tecnoblog apurou que o Cartão Amigo do Pastor era emitido pela ACG Administradora na bandeira MasterCard, a mesma empresa que trabalha com o Posto Ipiranga.

Por telefone, a ACG informou que rescindiu o contrato com o cartão Amigo do Pastor em dezembro de 2016 por falta de comercialização do cartão. Segundo a ACG, os clientes que já tinham o cadastro continuaram usando o cartão normalmente, mas os que não estavam vinculados a nenhum CPF foram cancelados.

Também encontramos diversas reclamações no ReclameAqui em 2017 sobre o Amigo do Pastor de consumidores que se queixam não ter recebido o cartão mesmo após o pagamento da taxa de adesão.

Não dá para saber se a tarifa foi reembolsada pela empresa ou se os consumidores foram comunicados da recisão do contrato com a emissora do cartão. “Pra todas essas pessoas, um processo judicial não seria difícil de ganhar. Mais ainda, se a empresa não tiver como pagar, daria pra responsabilizar os sócios da empresa diretamente”, segundo a advogada consultada pelo Tecnoblog.

Por isso, tome cuidado ao fazer cadastro em alguma empresa desconhecida que oferece cartões de crédito — se você não tem renda o suficiente para um cartão comum, opte pelas empresas mais conhecidas de cartões pré-pagos e preste muita atenção nos termos e condições de uso.

Tecnoblog tentou contato com os três sócios da Cartão Amigo do Pastor e com algum sócio ou funcionário direto da Brazilian Business Bank para prestar esclarecimentos, mas eles não foram encontrados.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Roberto Silva

Fiz quase do mesmo jeito, mas pesquisei antes mesmo de realizar o cadastro.

Roberto Silva

Excelente e esclarecedor artigo. Parabéns ao autor e ao Tecnoblog.

Tonin

Mandaram uma fatura por email para minha esposa sem pedir o cartão.Isso é Extorsão com datas de vencimento e com ameaças de protestar o nome por não pagamento.

Marco Do Prado

Como proceder para cancelar o cartão e pedir o reembolso do valor pago hoje,(10-01-2019)...??? (R$39,99)

Evandro Coelho.

Muito obrigado, eu também me interessei e fiz o cadastro mais resolvi pesquisar antes e Graças ao meu Deus fui direcionado para esta pagina, apos isto chegou um email informando que fui aprovado e que em 48 horas o boleto seria enviado para pagar.
quem vai pagar agora é a mãe deles, eu vou divulgar isto nas redes Sociais para que outras pessoas não caiam neste golpe destes demônios.

rgb stm

suspeitei logo desse lixo, obrigado pela alerta, muitos deixaram de ser lesados por esse "cartão"

Angela

Por conta desse post também não vou pagar o boleto, fiquei tentada pois me disseram ser um cartão com limite alto, não sabia que era pré-pago e nem de todas as taxas pois não são claras. Obrigada!

Arnaldo Ambrosio

Por causa dos comentario eu nao vou nem paga o boleto eu viz o pedido do cartao
Eu achei a te bom um cartao para negadivado vou deixa queto

Jefferson Silva

E até agora não tive resposta nenhuma mais eu estou com meu comprovante que paguei e já solicitei meu advogado esta nas mãos dele.ele quem vai resolver agora

Jefferson Silva

oi boa noite fiz o pagamento nas lotéricas e ainda não chegou o cartão isso já faz um mês e nada tento ligar para o número que se encontra no site pois diz que telefone não existe

Fernanda Oliveira

Infelizmente eu tbm fui vitima, mas nao cheguei a pagar o bolete.
logo
que fiz o cadastro, interesei em pesquisar sobre esse cartao e por
sorte cair aki e to lendo os artigos. mas fico com medo porque a gente
faz um cadastro com endereço e cpf.

Fernanda Oliveira

Infelizmente eu tbm fui vitima, mas nao cheguei a pagar o bolete.
logo que fia o cadastro que interesei em pesquisar sobre esse cartao e por sorte cair aki e to lendo os artigos. mas fico com medo porqur a gente faz um cadastro co endereço e cpf.

Jamil Cardoso Gonçalves

não caia nessa,propaganda enganosa.

Roberto Ferreira

Bom dia! Infelizmente através do texto acima i dos comentários, acabei de saber que fui vítima da Brazilian Business. A duas semanas fiz a solicitação do cartão preto da Mastercard, semana passada paguei o boleto no valor de 39,99. Até agora o cartão não chegou e eles não respondem meus e-mails, ou seja, fui furtado. Achei confiável depois de ver o nome Santander no boleto, mas por falta de informação, caí num conto fictício.

Jefferson Rodrigues

Acabei de ver uma publicidade aobre esse cartão e fiquei curioso sobre esse serviço. Graças a sua matéria, fiquei bem informado sobre a porcaria que é esse cartao.

Exibir mais comentários