Início » Computador » AMD envia processador novo para resolver problema com firmware

AMD envia processador novo para resolver problema com firmware

Por
1 ano atrás

Este é um problema conhecido do pessoal que monta ou montava seu próprio PC: você compra um processador novinho em folha, escolhe uma placa-mãe que suporte o soquete do chip, liga tudo direitinho na fonte de alimentação e… nada acontece. Muitas vezes, isso ocorre porque o firmware da placa-mãe não foi atualizado para suportar o novo processador.

Isso aconteceu com os compradores do novo Ryzen 5 2400G, que possui uma GPU integrada. Ele exige uma atualização de firmware na placa-mãe; caso contrário, o computador não dá boot. Só que, para atualizar o firmware, você precisa de um processador. E agora? A AMD resolveu a questão de uma forma peculiar: enviando um chip novo para os usuários.

Ryzen 3 2200G e Ryzen 5 2400G

Em um artigo de suporte, a AMD explica que o soquete AM4 é utilizado pelos processadores Ryzen e foi lançado em 2017; desde então, houve várias atualizações, inclusive para suportar os chips com GPUs integradas. As soluções oferecidas são as clássicas (atualizar o BIOS na loja de hardware ou instalar temporariamente um processador que seja suportado) e uma nova, chamada de Boot Kit Solution.

Segundo o Ars Technica, esse kit é composto por uma ventoinha e um processador dual-core AMD A6–9500, o modelo mais barato com GPU integrada disponível no mercado. Basta solicitar o kit, instalar o processador temporário, atualizar o firmware da placa-mãe e depois colocar o chip novo, que passará a funcionar normalmente.

Por um momento, os usuários pensaram que estavam ganhando um processador de graça (é um modelo basicão, mas de graça até injeção na testa), mas a AMD pede que o chip seja enviado de volta. Estranhamente, a empresa solicita que a ventoinha do kit (que não é compatível com os chips Ryzen) seja mantida com o usuário.

Mais sobre: ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.