Início » Celular » Vivo Apex FullView é um smartphone quase sem bordas com câmera frontal retrátil

Vivo Apex FullView é um smartphone quase sem bordas com câmera frontal retrátil

Por
1 ano e meio atrás

As bordas dos smartphones vêm diminuindo a cada geração, levando-nos cada vez mais próximo de um aparelho em que a tela ocupa praticamente toda a parte frontal.

A fabricante chinesa Vivo anunciou mais um passo nesse sentido: o conceito de smartphone Apex FullView possui bordas mínimas e câmera frontal retrátil.

A câmera frontal de 8 megapixels fica escondida na parte interna do aparelho, e surge em 0,8 segundo para tirar fotos. Segundo o The Verge, esse mecanismo é robusto para não quebrar facilmente. Para quem não costuma tirar selfies, pode ser interessante.

O Apex FullView também não possui um alto-falante tradicional para chamadas. Com a tecnologia Screen SoundCasting, a tela inteira age como um alto falante, vibrando para transmitir som. Você pode até ouvir a ligação sem segurar o aparelho ao ouvido, mas a qualidade do áudio não é ótima.

A tela ocupa quase 98% da parte frontal. As bordas têm 1,8 mm na parte superior e nas laterais, e apenas 4,3 mm na parte inferior.

O leitor de digitais fica sob a tela, não na traseira, graças à tecnologia “Half-Screen In-Display Fingerprint Scanning”. Quase metade da altura da tela se torna um leitor de digitais: isso significa que você pode pegar o smartphone, encostar o dedo e desbloqueá-lo rapidamente, em vez de mirar em um botão específico.

A Vivo avisa que o Apex FullView é apenas um conceito, e não será lançado no formato atual. No entanto, ele indica as tecnologias que essa e outras fabricantes adotarão no futuro.

Por exemplo, a Vivo anunciou em dezembro um protótipo de smartphone com leitor de digitais sob a tela. Em janeiro, ele foi lançado na China; trata-se do X20 Plus UD.

Com informações: Vivo, The Verge, SlashGear.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.