Início » Internet » Por que o Facebook está avisando sobre reconhecimento facial

Por que o Facebook está avisando sobre reconhecimento facial

Emerson Alecrim Por
2 anos atrás

Nos últimos dias, usuários de várias partes do mundo se depararam com um inusitado aviso sobre reconhecimento facial ao acessar o Facebook. É estranho. A companhia não costuma anunciar novos recursos no feed de notícias (embora já tenha feito isso). Por que então essa mensagem apareceu? Uma possível explicação é o risco de processos judiciais envolvendo privacidade.

Facebook - reconhecimento facial

O reconhecimento facial funciona há algum tempo na rede social: trata-se do recurso que marca você ou os seus contatos nas fotos. Porém, em dezembro de 2017, o Facebook começou a ampliar o mecanismo para identificar pessoas que aparecem em imagens, mas não foram marcadas.

A ideia é permitir que a pessoa saiba que ela aparece em uma foto publicada por terceiros na rede social. Por exemplo, suponha que você tenha ido a uma festa e que a organização do evento tenha publicado as fotos depois do evento. Se você estiver em alguma das imagens, o sistema de reconhecimento poderá enviar uma notificação para te avisar disso.

Com isso, você poderá se marcar na foto ou contatar o responsável para que a remova caso não queira que a imagem seja divulgada. Como a própria mensagem indica, o recurso também poderá te alertar caso alguém crie uma conta usando uma foto sua.

Para o Facebook, o mecanismo vai ajudar o usuário a preservar a sua privacidade e evitar o uso não autorizado da sua imagem. Mas há autoridades e especialistas no assunto que não pensam assim. Para eles, o reconhecimento facial pode ser usado para bullying, por exemplo, com fotos sendo publicadas em perfis falsos para provocar a vítima com as notificações.

Aviso - Facebook

É justamente por conta de leis de privacidade que o novo mecanismo de reconhecimento facial não foi implementado no Canadá e na União Europeia. Nos Estados Unidos, as regras sobre o assunto são um pouco mais brandas, mas um tribunal decidiu recentemente que o Facebook deve se sujeitar à lei de privacidade de Illinois, que exige que o usuário seja avisado antes de as suas informações biométricas serem usadas.

Pode ser que, para evitar uma onda de processos envolvendo pouca clareza sobre identificação biométrica — o que inclui as leis de Illinois e de várias outras localidades —, o Facebook tenha decidido avisar massivamente os usuários sobre o mecanismo por meio do feed de notícias, embora um representante da companhia tenha negado essa intenção: de acordo com ele, a notificação começou a ser exibida em dezembro, só que para grupos menores.

De qualquer forma, é possível desativar a marcação de fotos por reconhecimento facial nas configurações de privacidade do Facebook.

Com informações: The Verge.