Início » Jogos » EUA vão se reunir com indústria de videogames sobre jogos violentos

EUA vão se reunir com indústria de videogames sobre jogos violentos

Felipe Ventura Por

Em fevereiro, os EUA passaram por um dos tiroteios em massa com maior número de mortes em sua história recente. 17 pessoas morreram e vários ficaram feridos em uma escola na Flórida. O governo americano está se perguntando: será que a culpa é... dos videogames?

Diversos estudos apontam que jogos violentos não se traduzem em agressão no mundo real. Em alguns casos, a violência juvenil pode cair graças a videogames. A Associação Americana de Psicologia diz que não existe conexão entre tiroteios em massa e videogames violentos.

Ainda assim, o presidente Donald Trump planeja se encontrar com membros da indústria de videogames na próxima semana para "ver o que eles podem fazer" sobre a questão da violência armada.

A secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, explicou na quinta-feira (1) que essa reunião fará parte de vários outros encontros que Trump está fazendo sobre violência armada. "Este será um processo contínuo... continuaremos a procurar as melhores maneiras possíveis de proteger escolas em todo o país", segundo ela.

Na semana passada, Trump disse: "estou ouvindo mais e mais pessoas vendo que o nível de violência nos jogos realmente está moldando a mente dos jovens. E então você avança um passo, e temos os filmes… eles são tão violentos, com matanças e tudo mais, e talvez devêssemos pensar sobre isso".

Existem outros políticos americanos que também querem culpar a violência real nos videogames. E não é a primeira vez que isso acontece. Em 2012, após o massacre da escola Sandy Hook, uma equipe de Barack Obama recebeu pesquisadores e executivos da indústria de videogames para discutir a relação entre jogos e a violência do mundo real.

Na época, essa reunião gerou críticas por medo de transformarem videogames em um bode expiatório para tiroteios reais.

A Entertainment Software Association, que representa a indústria de videogames nos EUA, diz ao Ars Technica que ela e seus membros ainda não foram convidados para se encontrar com Trump.

E em comunicado, a ESA diz:

Os mesmos videogames jogados nos EUA são jogados em todo o mundo; no entanto, o nível de violência armada é exponencialmente maior nos EUA que em outros países. Diversas autoridades analisaram estudos científicos e descobriram que não existe nenhuma ligação entre jogos e a violência da vida real.

A indústria de videogames dos EUA tem uma longa história de parceria com os pais, e mais de 20 anos de classificação de videogames através do Entertainment Software Rating Board.

Com informações: Ars Technica.

Mais sobre: ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Freeman
Joguei Doom quando tinha 5 anos de idade e hoje com 28 anos tenho dó até de matar uma formiga.Trump errou feio nessa decisão aí.
Freeman
Joguei Doom quando tinha 5 anos de idade e hoje com 28 anos tenho dó até de matar uma formiga.Trump errou feio nessa decisão aí.
Carlin
Ridículo como a liberdade vem sendo ceifada nos Estados Unidos, como já deu pra perceber logo, logo tentaram por a culpa na industria cinematográfica.... E no fim o problema sempre será a cultura criada encima do armamento da população.
Edley Santana 
Sim. Eu lembro que jogava "The last of us" online e o que tinha de criança naquele servidor não era brincadeira. E o jogo é para maiores de 17 anos. Mas chovia garoto de 11 ou 12 anos por lá.
Humberto Machado
La em casa é proibido entrar UNO devido as tretas
zoiuduu .
e qual a estatística de pessoas mortas com armas legais e ilegais? bandido acha arma de qualquer jeito amigo.
zoiuduu .
mas o tiroteio nao foi com arma de grosso calibre.ou foi?
zoiuduu .
Eles querem um presidente froxo igual a chanceler alemã.
ʞǝʌǝɥs
esse negócio de que "armas não matam pessoas, pessoas matam pessoas" é um escapismo e uma faláciaa questão não é o potencial (em princípio tudo é uma arma), mas a realidade (o que é de fato usado como arma)como comentei em outro postagem: qual a estatística de pessoas mortas por armas de fogo ? qual a estatítica de pessoas mortas por um lápis ? é besteira se preocupar com todas as coisas que podem ser usadas como armas em potencial, o mais racional é se preocupar com as armas reais que são usadas nos massacres, que geralmente são armas militares, ou de grau militarobjetivamente, nos EUA se eles querem pelo menos tentar diminuir o número de massacres eles devem tornar menos fácil que praticamente qualquer pessoa possa comprar armas militares
Renan Mendonça
Aí você está errado.Se você estivesse em uma escola com uma AK-47, você poderia fazer um massacre de 100+ pessoas facilmente. Agora, se você tem um lápis, e ainda conseguir matar 100+ pessoas, 97 delas mereceram morrer.Pessoas matam pessoas.... claro pode ate ser, mas as armas amplificam em MUITO a capacidade de matar.
Renan Alves
Os EUA so melhoraram com o trump. nao sei o que esse povinho reclama...
Jhon
Cara, a galera já olha pra isso achando que estão criminalizando os jogos. Mas pra mim isso é super positivo desde que não haja nenhuma censura ou restrição imposta aos jogos.Imagina que se o governo faz um acordo diminuindo impostos pra jogos q aderirem a um programa de conscientização aos jovens? Seria positivo pra todo mundo, a sociedade ganha mais gente tentando reduzir o número de loucos por aí e as empresas lucram com isso.
Shrueak
Não, não. Coloquem duas raquetes.
Shrueak
Ainda acho que o maior problema são os pais. A classificação está lá, eles reclamam para que ela exista e vão cr
Matheus Gonçalves
Obama era meio que centro, né?
ʞǝʌǝɥs
"que mata são as armas de verdade"epa, "armas não matam pessoas, pessoas matam pessoas"afinal de contas, até um lápis pode ser usado como uma arma:)
Renan Araújo
Rapaz, já vi ate jogo de Uno terminar em treta
Matheus Gonçalves
- "O que vocês acham que VOCÊS podem fazer pra que as crianças não matem umas às outras"- "Coloquem elas pra jogar videogames!"Pronto, resolvido.Ah não ser que o jogo seja FIFA, que jogando FIFA sai morte.
Marcus Araújo
Sim, nessa linha aí.Infelizmente empobrecem qualquer debate com esse tipo de atitude.
Matheus Gonçalves
"Se eu acho errado, então só pode ser de esquerda" - gente...
Marcus Araújo
"De onde vc tirou isso, cara?"Do mesmo buraco que muitos ditos "direitistas" do Brasil tiram que tudo e todo mundo é esquerdista/comunista/lulista/gayzista para qualquer assunto e medida desagradável. Conceito morreu de vez pra essa gente junto com a capacidade de raciocinar.
Marcus Araújo
O presidente do senso comum de cidadão de bem® (também conhecido livremente como um simples idiota) tomando uma medida baseada em senso comum de cidadão de bem® em vez que procurar estudos sérios sobre as origens desse tipo de violência...E tem gente no BR que quer seguir esse caminho aí de soluções mágicas e fáceis para problemas complexos. Evoluímos enquanto sociedade, só que não.
Matheus Gonçalves
Cara... não faz isso. Trump é a imagem da direita americana. Ele é do partido dos republicanos, ele é parte fundamental da política de governo do GOP. Ele não tem absolutamente NADA de esquerda.De onde vc tirou isso, cara?
Elder Bruno
Em vez de sangue dos soldados nos games, coloquem arco iris.
Ricardo - Vaz Lobo
Daí o Baku-chu (ou outro japa toon qualquer) lança o Raio Beta Cataclisma Mortal Plus e o outro poke-sei-l-a-o-quê explode em pedacinhos.Vamos acabar com os jogos violentos. Molezinha.
brazlocateli
Lamentável um governo "populista" que fala o que o povo quer ouvir, um hora ou outra esse tipo de governo começa a falar besteiras maiores e maiores para continuar satisfazendo o ouvido das pessoas, tudo para manter o efeito "ele fala na lata" e alimentar os ignorantes que querem soluções fáceis para problemas difíceis.
Hugo Piovesan
Peço desculpa a todas as toupeiras e familiares de toupeiras que se sentiram ofendidos pelo meu comentário.
Robert Rey
Trump está mais pra esquerda que o próprio Bernie Sanders. Acho que se o velho democrata fosse eleito não teria esse tipo de pensamento
Elvis Diniz
Vou te denunciar à Sociedade Protetora dos Animais. Coitada da toupeira, ela não fez nada pra ser ofendida desse jeito...
VolksW4GNER
Depois ele vai se reunir com a indústria cinematográfica.
PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ
Coitada da toupeira
Vagner Aniceto
É um comédia esse menino Trump.https://www.rollingstone.co...
tuneman
Os USA são doentes. Já censuraram quadrinhos e música em épocas passadas. Ou acha que tragédias foram motivadas diretamente por músicas do Kiss ou HQs do Batman?
tuneman
Lá vem censura?
Hugo Piovesan
Trump tem o QI de uma topeira
Marcelo Munhoz
Talvez essa pessoa dissesse... "Pare de nos dar 'TRAMPO' e de vender armas automáticas de grosso calibre a civis."
Andre Kittler
Imagina ser a pessoa que representa industria de jogos sentada na reunião com o assunto "o que podemos fazer para evitar isso".Pobre alma.