O Uber transporta usuários para vários lugares, entrega comida e permite até que os mais privilegiados façam viagens de helicóptero. Qual o próximo passo? Possibilitar que pessoas que precisam de cuidados médicos sejam levadas para clínicas ou hospitais com praticidade e segurança. Trata-se do Uber Health, já em teste nos Estados Unidos.

Não é um serviço de socorro. Em caso de emergência, continua valendo a regra de acionar uma ambulância. O que o Uber Health visa é o elevado número de pessoas que precisa de cuidados especiais para comparecer a consultórios médicos, clínicas, laboratórios, hospitais e afins. Nesse grupo estão idosos, usuários de cadeira de rodas e indivíduos acamados, por exemplo.

Uber Health

De acordo com o Uber, 3,6 milhões de pessoas deixam de comparecer a consultas médicas nos Estados Unidos todo ano por falta de transporte adequado até o local. A taxa de não comparecimento se aproxima de 30% no país.

Serviços de transporte médico existem aos montes, mas nem sempre é possível contratá-los, seja por causa dos valores cobrados, seja por simples desconhecimento. O Uber Health está sendo criado para cobrir essa brecha.

A gente pode pensar que a ideia é uma mera adaptação do Uber “normal” para um serviço de agendamento de ambulâncias, mas não é bem assim. Para pedir um carro, o próprio usuário precisa fazê-lo. No Uber Health, o agendamento poderá ser feito pela instituição de saúde ou pelos cuidadores que tratam do paciente.

Curiosamente, o anúncio do Uber não menciona ambulâncias, mas, por motivos óbvios, esse tipo de veículo deve estar disponível. Outras opções de veículos também devem ser disponibilizadas, como carros adaptados para transporte de cadeirantes ou automóveis comuns, mas conduzidos por motoristas treinados para cuidados médicos.

Uber Health

De modo geral, a ideia é permitir que o transporte seja agendado com praticidade em prazos que vão de algumas horas a até 30 dias, possibilitando que, independentemente das circunstâncias, o deslocamento seja planejado de acordo com a disponibilidade de equipes, condições do paciente e outros fatores.

Aplicativos não são necessários aqui. O Uber Health é uma plataforma acessível pela web. Instituições e profissionais da saúde podem inclusive lidar com vários agendamentos ao mesmo tempo e obter relatórios ou recibos sobre eles. Já os pacientes e equipes de locomoção podem ser avisados por SMS ou ligações.

Mais de 100 instituições de saúde estão testando o Uber Health atualmente nos Estados Unidos. Não há previsão de disponibilidade em outros países.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Zé das Covi

éukêcarai?

Programador Front-End

Ja morei em lugar que se uma pessoa tiver um ataque é melhor ligar direto pra funerária

Gabriel B.R.

Podia ter um Uber pra socorro médico também... Onde eu moro quem precisa do "samu" morre.

 david

Espero que chegue em São Paulo!!!

Pryderi

Pelo que entendi, a plataforma é só para te levar lá. O custo com a consulta não tem nada a ver com isso.

Renan Alves

depois tem que pagar a consulta ou eles vão cobrar?

Jorge Luis

consulta o seguro saúde cobre. o problema é quando tratamentos extrapolam o valor estipulado no seguro, aí o bicho pega. Realmente é difícil suportar um tratamento de saúde prolongado lá.

ochateador

Algo bem interessante essa modalidade.

Rodolpho Camargo

Quê?

Bruno Amorim

Bela iniciativa, mas colocar uma descrição de: Levamos Pet, Levamos crianças em cada colaborador que tem equipamentos para isso, nada né?

CtbaBr©

Acredito que das "3,6 milhões de pessoas deixam de comparecer a consultas médicas nos Estados Unidos", metade fez porque não conseguiria pagar a conta medica.
Nos EUA só quem tem muita grana pode ficar doente!

Cobalto

Que coisa legal.