Em novembro, a Tesla anunciou seu primeiro caminhão. Assim como os outros veículos da empresa, ele tem motor elétrico e tecnologia semiautônoma para dirigir nas estradas.

Esta semana, os Tesla Semis fizeram sua primeira entrega. Eles levaram baterias recém-produzidas na Gigafactory, no estado americano de Nevada, e seguiram até a fábrica de automóveis Tesla Fremont na Califórnia.

A viagem dura cerca de quatro horas e meia, cobrindo cerca de 400 km. O caminhão promete autonomia de até 800 km com uma só carga; e sua bateria pode ser carregada em estações Megacharger — são mais 640 km em apenas meia hora.

“Primeira viagem de carga do caminhão pesado Tesla Semi, levando baterias da Gigafactory nas montanhas de Nevada para a fábrica de automóveis na Califórnia”, escreve Elon Musk no Instagram.

A Tesla disse no ano passado que as primeiras unidades do Semi seriam utilizadas internamente. No entanto, ela já firmou acordos com o Walmart e a DHL para entregar caminhões elétricos até 2019.

Musk promete que o Tesla Semi vai de zero a 100 km/h em 20 segundos, e consegue transportar até 36 toneladas de carga. Além disso, ele terá tecnologia semiautônoma para montar um comboio com três caminhões: o veículo da frente fornece as instruções para os de trás.

Isso mostra como a Tesla vem se diversificando. Ela precisa de baterias para seus veículos elétricos, então decidiu fabricá-las e também vender modelos residenciais chamados Powerwall. Além disso, a empresa entregou a maior bateria de lítio do mundo em menos de 100 dias.

E para levar as baterias da Gigafactory até a fábrica de carros na Califórnia, a Tesla precisaria de um sistema de transporte dedicado. Em vez de criar caminhões apenas para uso próprio, ela decidiu fazer um veículo para vender a outras empresas também — assim surgiu o Semi.

Com informações: Ars Technica, TechCrunch.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

D' Carvalho

Quantas décadas o capitalismo fudeu o transporte elétrico. No próprio BR temos o exemplo do JK priorizando as rodovias aos trens, por culpa do lobby internacional.
Finalmente alguém conseguindo vencer a indústria petrolífera. Recomendo:
1 - https://www.youtube.com/wat...
2 - https://voyager1.net/tecnol...

Jorge Luis

mas nesse caso quem tem que entregar estrutura e legislar é o governo, não o cidadão. Sua tese está correta, mas acho que não cabe ser colocada nesse caso. Eu como cidadão não posso impedir o governo de fazer besteira. Até porque o candidato que eu eleger sozinho também nada consegue.

Leandro Nascimento

Esse caminhão é maravilhoso, uma pena que se rodar no Brasil vai quebrar em uma semana porque: 1- pavimentação lamentável e 2- motoristas que não vão saber usar o caminhão.

ochateador

Nem tanto culpa do governo.
Basta ver aquele sujeito que é um "santo" só sabe criticar o governo e quem mais faz besteira, mas na primeira oportunidade de roubar algo para se dar bem não pensa 2 vezes.

SiouxBR

Porteiro em condomínio é essencial por conta da segurança. E para assinar entrega de encomendas dos correios... ;)

Carlos R Silva

Quando o Brasil for descoberto os carros elétricos e suas tecnologias virão pra cá.

Renan

Fazer rodovias tem mais impacto em campanha política do que ferrovias. Aquelas são obras que o eleitor consegue ver e sentir diferença no cotidiano.

Renan

Da última vez que pesquisei sobre o assunto encontrei um relatório da ANTT dizendo que milhões foram investidos para expandir a malha ferroviária. Sabe quantos novos quilômetros foram construídos? Zero.

Renan

Os consumidores dos EUA são desconfiados do governo, por isso preferem ter carros particulares do que dependerem de transporte coletivo. Um dos argumentos mais repetidos pelos armamentistas é que os cidadãos terão como se defender em caso de governo autoritário. Bobagem pensar que civis com pouco treinamento serão capazes de enfrentar o exército americano, mas isso demonstra a desconfiança dos americanos com instituições públicas.

tuneman

"a terra é uma beleza o que estraga é essa gente"

Renan

Proteção contra automação é um direito trabalhista garantido pela Constituição (Art. 7º, XXVII). É uma garantia de que ficaremos atrás também na próxima corrida industrial. A automação vai acontecer com ou sem a anuência das leis brasileiras. A gente tem muito a perder em competitividade.

Em vez de impedir a automação seria prudente ter um plano de como realocar a consequente onda de desempregados ou, quem sabe, criar uma renda mínima universal para que ainda existam consumidores para aquilo que as máquinas produzirem.

Bruno

Acredito sem dúvida alguma q agora vai pegar o veiculo autonomo, pq empresa de transporte tem $$$ e sem dúvida investirá pesado se tiver um caminhão q iniba os erros humanos e ainda se tiver a possibilidade de eliminar !? Puts, ta no céu!

🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ

Claro, transportar a produção quase que 100% por rodovias acho que só o Brasil faz.

Tem estudos que falam que o custo de implementação de um modal hidroviário custa 90% menos que rodoviário, com vida útil 5x maior e portanto custo de manutenção menor.

Tá tudo no esquema pra poderem superfaturar obras e gerar caixa 2 pra você sabe quem.

PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

Pra carga, leva se muito mais a um custo muito menor, só que a malha ferroviária tem que ser boa, a distribuição local se faz com caminhões, nos EUA não querem que funcione, tem o lobby da industria automotiva, e aqui esse lobby foi feito pelos EUA na ditadura, abandonaram-se os trens e fizeram milhares de km de estradas, que estão aí apodrecendo, cheias de pedágios, e os fretes caros...
Até os rios no meio do país poderiam ser aproveitados pra escoar a produção.

Guilherme Stecanella

Man, eu não culto o sistema econômico nem de governo, culpo o brasileiro. O sistema econômico e político do nosso país não é falho, o que ferra tudo é o brasileiro nesses sistemas. Pode mudar todos os sistemas aqui, se a gente continuar pensando só no próprio umbigo todos eles vão falhar hahaha

Exibir mais comentários