Não é novidade ver problemas acontecendo em casas de câmbio para criptomoedas. Elas podem sofrer assaltos, como a japonesa Coincheck; ou fazer múltiplas cobranças para uma mesma transação, como a Coinbase/Visa.

Desta vez, a Foxbit, maior corretora de criptomoedas no Brasil, está enfrentando uma falha que permitiu sacar bitcoin em dobro, causando-lhe um prejuízo de aproximadamente R$ 1 milhão.

Desde sexta-feira (9), a Foxbit está fora do ar e não permite sacar moedas virtuais nem trocar reais por bitcoins, segundo o G1. A empresa promete que tudo voltará ao normal nesta quarta-feira (14).

O primeiro alerta público aos clientes foi publicado no sábado (10), apenas no Facebook: “ontem à noite, por volta das 20h, durante uma manutenção no sistema, tivemos questões técnicas inesperadas”, sem revelar quais. Elas eram graves, no entanto: “precisamos paralisar todas as operações para corrigir os erros e posterior conferência dos dados”.

No dia seguinte, vieram mais detalhes, novamente só no Facebook: “na última manutenção da sexta-feira, tivemos uma situação que corrompeu os índices do banco de dados da Blinktrade”. A empresa garantiu: “todos os dados e fundos estão preservados… NÃO fomos hackeados”.

Foto por Marco Verch/Flickr

E então, na segunda (12), os fundadores da Foxbit liberaram um comunicado no blog oficial — divulgado no Facebook e Twitter — e fizeram uma transmissão ao vivo pelo YouTube para explicar o que aconteceu. Guto Schiavon disse que uma falha acabou duplicando cerca de 130 saques de bitcoin.

Quanto ao prejuízo causado pela falha, Schiavon diz: “a gente está levantando esse valor, mas deve ser um valor próximo de 30 bitcoin”. Isso equivalia a R$ 945 mil na sexta-feira; desde então, o bitcoin desvalorizou cerca de 10%.

Schiavon diz que a Foxbit e a Blinktrade têm caixa para lidar com as perdas, e alguns dos que fizeram saques duplicados entraram em contato para devolver o dinheiro que retiraram a mais. Os fundos dos clientes não serão afetados pela falha.

O problema dos saques já foi resolvido, mas a Foxbit explica que “ao se tentar corrigir a falha, corrompeu-se o índice do banco de dados, o que causou a queda do sistema”. Uma equipe de analistas está trabalhando para reativar tudo.

A Foxbit é a maior corretora de criptomoedas no Brasil: ela foi responsável por 41,5% de todas as transações de bitcoin no país durante o ano passado, segundo a BitValor. Ela chega a movimentar R$ 20 milhões por dia.

Com informações: G1.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Carlos Teixeira Alves Filho

Bitcoin é a moeda do futuro, moderna, segura e vai dominar o mercado em pouco tempo. Claro que as grandes corporações financeiras vão reagir e se adequar. É o caso de muitas empresas que estão criando suas carteiras virtuais, contas bancarias virtuais e formas de movimentar seu dinheiro apenas pelo celular ou computador. É certo que as pessoas tem muita dificuldade em se libertar dos velhos costumes que estão enraizados. Assim as pessoas tem dificuldade de aceitar o Bitcoin. Eu uso Bitcoins para fazer compras e investimentos há dois anos, e digo com clareza que tive muito sucesso em minhas tramações e obtenção de lucro comprando na baixa e vendendo na alta do Bitcoin, porém, fuja das corretoras. As pessoas costumam perder o lucro comprando e vendendo para os corretores. Compre diretamente por meio do PayPal. Vou deixar um link com um tutorial de como comprar sem passar por corretores: http://coisasgratisnaintern...

Danillo Nunes

Não usá-las para negociá-los é meio difícil (e talvez até menos inseguro dependendo das alternativas). O melhor é deixar seus recursos nelas apenas pelo tempo necessário.

Eliézer José Lonczynski

Assim como os bancos hoje armazenam nosso dinheiro de forma lógica exigiria que tivéssemos um puta poder computacional para armazenar criptomoedas creio eu.

Daniel Ribeiro

Isso foi a tanto tempo que as pessoas simplesmente não se importam mais. Desde que voltou ao ar, eles não tiveram mais problemas graves. A regra de ouro continua valendo: Manter dinheiro na corretora é o pior negócio que existe.

Cesar R Bagatoli

"e alguns dos que fizeram saques duplicados entraram em contato para devolver o dinheiro que retiraram a mais"..... Melhor parte da matéria... ainda existe salvação neste mundo...

Jair Navarro F

questão complicada para nossos amigos juristas.

Jair Navarro F

Mercado Bitcoin já teve um problema no passado e depois se restabeleceu. Mas agora está complicado trabalhar com eles. Estão demorando muito para registrar os depósitos e concluir os saques. Vejo muita gente também reclamando em suas redes sociais. Atualmente estou preferindo a Negociecoins, mas por enquanto não arrisco deixar meus BTCs lá e só me limito a negociar pequenas quantidades por vez. Ontem fiz um pedido de saque no Negociecoins e em menos de 1 hora já estava em minha conta.

Anakin

Compro e vendo por lá, mas nesse meio tempo eu deixo guardado em carteiras, que julgo mais seguro do que deixar nas corretoras. Espero que consigam arrumar a plataforma.

DumbSloth87

#voatelexfree

Deilan Nunes

mercado bitcoin é melhor que a foxbit?

Daniel

Falha de programação?

Renan

Se alguém é lesado em bitcoins deve receber indenização na própria moeda, no equivalente em dinheiro ou no que for maior na data do reembolso?

Daniel Ribeiro

Provavelmente todos os clientes que receberam a mais irão devolver o dinheiro... Afinal, ninguém quer correr o risco de ser impedido de negociar na FoxBit, não é mesmo?

Trovalds

Não quer perder seus preciosos bitcoins (ou qualquer criptomoeda)? Não use corretoras pra armazená-los ou negociá-los. Fim.