Início » Ciência » Stephen Hawking morre aos 76 anos

Stephen Hawking morre aos 76 anos

Paulo Higa Por

O físico e pesquisador britânico Stephen Hawking morreu nesta quarta-feira (14) aos 76 anos, em sua residência em Cambridge, no Reino Unido. Ele ficou conhecido por seus teoremas de singularidade e por seu trabalho com buracos negros, assim como pelo best-seller Uma Breve História do Tempo, lançado em 1988, que vendeu mais de 10 milhões de cópias.

Hawking nasceu em 8 de janeiro de 1942, em Oxford, na Inglaterra. Aos 22 anos, foi diagnosticado com Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), uma doença degenerativa progressiva que paralisa os músculos do corpo e não tem cura. Estatisticamente, a morte ocorre até três anos após o diagnóstico, devido à perda da capacidade respiratória. Mas Hawking continuou contribuindo com a ciência por décadas em sua cadeira de rodas com respirador artificial e um computador com sintetizador de voz.

Foto: Getty Images

Entre as contribuições de Hawking estão os teoremas de singularidade (em colaboração com o matemático Roger Penrose), que tentavam responder quando a gravidade produzia singularidade (um ponto no espaço-tempo em que a massa seria infinita, o volume seria zero e o tempo pararia); e, talvez o mais importante (e controverso) de todos, a ideia de que buracos negros emitem radiação térmica, perdendo energia e, consequentemente, desaparecendo do universo.

No final de sua vida, Hawking gerou algumas polêmicas no meio científico. Em 2004, anunciou que resolveu o paradoxo da informação, uma ideia de que as informações das partículas que caem nos buracos negros são eventualmente destruídas para sempre. No entanto, ele nunca demonstrou sua hipótese por meio de cálculos. E, em 2014, chegou a afirmar que os buracos negros podem não existir, também sem apresentar embasamento matemático.

Duas coincidências que todos estão destacando: Hawking nasceu exatamente 300 anos depois da morte de Galileu (8 de janeiro de 1642) e morre no mesmo dia do nascimento de Einstein (14 de março de 1879).

Descanse em paz, Stephen Hawking.

Com informações: BBC, New York Times, The Guardian.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Thiago dos Santos Nunes

Ad hominem....

Thiago dos Santos Nunes

Tá, percebi que acabaram os argumentos (eram poucos a princípio) e
você partiu pro "ad hominem". Ok criancinha, vamos parar por aqui. Caso tenha algo útil pra escrever pode contribuir.

Thiago dos Santos Nunes

"Consegue" é com um C apenas. Depois de "um texto" deveria ter uma vírgula, etc...

A respeito do que me fala acho interessante saber que mais pessoas pensam como você (veja a última pesquisa sobre ciência da 3M - 12% dos entrevistados) e isso prova um velho ditado: "ignorância é contagiosa". Bem, recomendo ler o último texto do Cardoso sobre a Ciência (e não sobre o Hawking, apesar de falar sobre a morte dele). Está no contraditorium ponto com.

Engraçado um ateu ignorante, muito engraçado, "eles" (os ateus) antigamente diziam que isso era uma questão de privilégio dos teístas (uma inverdade, mas enfim...) e que a ciência iria provar que não era necessária a crença em deus para explicar o mundo. Bem, então isso era uma questão de troca de fé na minha opinião. Agora no seu caso, muito engraçado mesmo...

Sem ciência, só fica a ignorância e a preguiça de pensar.

Bem, sobre as viagens de SpaceX e cia eu só fico excitado pelas oportunidades que temos de presenciar uma nova era das "Grandes Navegações". É impressionante. Mas sou bem pé no chão ao dizer que não faz sentido a raça humana sem a ciência. A Humanidade só faz sentido a partir da noção de progresso e auto-consciência como espécie e consciência do universo que a cerca. Dizer que a ciência não ajuda é igual dizermos que o ar não serve pra nada, que devíamos tirar esse estorvo que nem dá pra ver direito.

Logo dizer que a ciência pode fazer mal é como dizer que uma faca pode fazer mal (ou que a chuva cai pra baixo, sempre se sobe pra cima). A questão é que antes do homem ser homem (homo sapiens) ele já fazia ciência. E até o fim da Humanidade ainda fará, goste ou não. Logo isso de achar a ciência isso ou aquilo não faz sentido, pois é o que somos. Seres de ciência e naturalmente propensos a isso.

Gesonel o Mestre dos Disfarces

hã, não, o total de bombas nucleares não acaba com a vida na terra. acaba com a gente, certamente, mas a vida continua.

Gesonel o Mestre dos Disfarces

cara, posso citar resultados de "contribuições sem benefícios práticos", décadas - ou séculos - depois de apresentadas?
Computadores, celulares, rádio, theremin, bombas nucleares, etc...

Gesonel o Mestre dos Disfarces

troque o ç por um "& c c e d i l ;"
(sem os espaços)

Jefferson

Mas todos estes estudos, reinterpretações, recálculos, retornam para o mesmo ponto. Existe uma verdade e a partir dela e provas "teoricamente" coletadas, pessoas defenderão uma tese que acreditam ser verdadeira porque alguém provou e posteriormente havendo possibilidade, o próprio indivíduo pode atestar o experimento. Ou seja, por mais que a ciência seja relativa, ela chegará na verdade e isso a faz tão semelhante a uma religião quanto a própria religião dita cristã. A partir dessas coisas pessoas como nós que acreditam na terra redonda, discutiremos com terraplanistas pra mostrar com um simples experimento, usando simples estacas que a terra é redonda. Então tudo é sobre a busca da verdade e provar aos outros a sua verdade. Da mesma forma, o cristianismo se inicia de forma turbulenta com os abusos de algumas doutrinas, sendo interpretado de forma equivocada e ainda em pleno séc XXI continua por alguns sendo interpretada equivocadamente, evoluiu, evolui, e tem sido aperfeicoada e melhor compreendida por homens. O retrato das minorias que se vê nos comentários sem sabedoria em vários sites não a representa. Agora a diferença é que pessoas de fato cristãs não tem mais buscado a necessidade de provar cientificamente a existência de Deus, nem com argumentos. Não vim defender minha fé, nem minha religião, nem Deus. Só achei seus comentários interessantes, respeito todos eles, inclusive você e quis incluir um contraponto. Noto bastante esclarecimento no que você fala e espero um dia ter conhecimento científico, filosófico pra gerar uns bons debates. Um abraço!

𝕵𝖆𝖈𝕶 ⚡𝖎𝖑𝖘𝖆𝖓

Sim.
Existe uma coisa chamada método cientifico. Se eu digo que descobri algo, preciso apresentar provas, sejam factuais, matemáticas ou matemático-hipotéticas. Com esses modelos, outros cientistas podem usar os dados e colocar a prova usando também o método científico, refazendo os cálculos. Muitas vezes ocorrem reinterpretações, por causa ou de erros, ou de novas descobertas, ou de refinamentos.
No caso da Terra plana, duas pessoas bem longe uma da outra, usando simples estacas espetadas no chão e projetando uma sombra no mesmo horário, conseguem atestar que a Terra é esférica.

Jefferson

Então o fato da ciência provar que a terra é redonda é questionável? (Obs: não sou terraplanista).

𝕵𝖆𝖈𝕶 ⚡𝖎𝖑𝖘𝖆𝖓

...mas não é, rsrs.
Religião é de fato uma estrutura memética, o que traduzindo em miúdos significa que é uma das colunas que sustentam os paradigmas. A ciência pode ter função semelhante, só não depende de crença pois não trabalha em cima de verdades absolutas; tudo na ciência é relativo, questionável e falível. E é por isso que é descabido comparar religião com ciência, pois a primeira serve como modelo ético-comportamental com suas verdades absolutas, e a segunda é uma ferramenta a serviço da humanidade, em todos os níveis imagináveis.

Jefferson

A ciência até parece uma religião... rsrs

Ricardo - Vaz Lobo

Pelo menos em uma coisa concordamos, o ateísmo.

Thiago dos Santos Nunes

O maluco é o cidadão me responder isso usando um computador (ou celular) através da Internet. É de dar dó a dicotomia que distancia da realidade. Quando penso na Revolução Agrícola do século XX, na Indústria 3.0, na revolução dos meios de distribuição, fico pensando: "Pobre Amish, nem sabe que é sustentado pela Ciência e cospe no prato que come". É acha que faz o que faz porque é bonzinho e não pensa nas centenas de cientistas que foram e são necessários para a atual possibilidade de ajudar alguém que ele hoje tem. É uma criança Amish mesmo...

Keysha

Exibe "Happy Death Day" apenas neste site com a melhor qualidade de todo o idioma completo >>> STREAMHBOHD.BLOGSPOT.COM

𝕵𝖆𝖈𝕶 ⚡𝖎𝖑𝖘𝖆𝖓

No caso do aquecimento global, ele mais do que blefou. Colocou na secretaria de meio ambiente um cara que estava sendo processado por desrespeitar normas... Da secretaria de meio ambiente. E o citado cidadão, chamado Scott Pruitt, chegou afrouxando regras para termoelétricas carvoeiras e perdoando multas. Tipo, WTF, MAN?

Exibir mais comentários