Início » Curiosidades » Chineses com pontuação baixa não poderão viajar de avião ou trem a partir de maio

Chineses com pontuação baixa não poderão viajar de avião ou trem a partir de maio

Sistema de crédito social chinês avalia o comportamento dos cidadãos e gera penalidades para quem tiver pontuação baixa

Paulo Higa Por

Parece um episódio de Black Mirror, mas é vida real: a China está desenvolvendo um sistema de crédito social que avalia os cidadãos com base em seus comportamentos, inclusive considerando que tipos de produtos eles compram pela internet. O governo anunciou nesta sexta-feira (16) que, a partir de maio, quem tiver pontuações baixas será impedido de viajar de avião ou trem.

Como explica a BBC, a nota de um cidadão leva em conta se uma pessoa paga seus impostos em dia, se seus títulos acadêmicos são legítimos, entre outros dados. O sistema de crédito social também abre espaço para que empresas emitam suas pontuações. Oito companhias participam do projeto piloto, incluindo a Sesame Credit, do Alibaba, permitindo que as compras de um cidadão influenciem na plataforma.

Isso significa que uma pessoa que tenha multas em atraso ou um empregador que não pague a previdência social terá restrições de transporte semelhantes a quem espalhou informações falsas sobre terrorismo ou tentou utilizar passagens expiradas, por exemplo. É um sistema unificado, que pode gerar duras penalidades para quem não tiver uma boa pontuação.

Oficialmente, as restrições entram em vigor na China em 1º de maio. Ainda assim, a agência de notícias Reuters diz que há indícios de que o sistema de crédito social vem sendo utilizado pelo governo há bastante tempo: no começo de 2017, 6,15 milhões de chineses estavam proibidos de pegar voos por terem cometido “crimes sociais”.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

linuxuser5000

A política de bem estar social europeu é INSUSTENTÁVEL , um trabalhador comum da União Europeia trabalha em média metade do ano apenas para manter o seu governo e os impostos sobem cada vez mais, a facilidade de empreender e menor do que as das principais economias do mundo e a burocracia é gigantesca, até mesmo as economias mais ricas da União Europeia ficam atrás das economias líderes em liberdade econômica, os impostos afetam seriamente o crescimento de pequenas e médias empresas, e a dívida da União Europeia chega a 90% do PIB , o preço da grande regulação e de altos impostos sobre investimentos e empregos é evidente, a União Europeia tem uma taxa de desemprego que é quase o dobro da de outros países desenvolvidos, pessoas e empresas não são caixas eletrônicos o dinheiro sempre acaba e está acabando, o bem estar social europeu está cada vez mais próximo do fim.
O caso da Suécia e Dinamarca mostram que não a social democracia sem uma grande liberdade econômica, e mesmo assim adotar um estado de bem estar social é uma receita para o fracasso, se o país a adotar quando já for rico pode durar bastante tempo mas o preço vai ser cobrado em crescimento econômico e renda per capita.

D' Carvalho

Política de bem estar social Europeu manda abraços.
Esquerda ontem, hoje e sempre.

Marcos Guilherme

Difícil amigo, deixe que batam a cara até aprender essa é a verdadeira lei.

Firmino Gomes

eu concordo com isso aí! cidadão que não se comporta (vide todos os tópicos mencionados na matéria), não merece viver em sociedade! Aqueles pais, que não cuidam de seus fllhos em avião, restaurante, esse tipo de gente, não devia mesmo estar em sociedade, e a pontuação deveria ser dada de forma comunitária!

Naum Tenho

Com trabalhos forçados de preferencia. Se bem q na China nem asfalto é trabalho forçado

Gabriel

Promover um reset quinquenal de pontos :) de forma que a cada 5 anos se você não conseguir reverter a pontuação, seja ela automaticamente revertida, ou então inventar formas de incentivo para que cada um pague o que deve de maneira eficiente.

linuxuser5000

Essa é a mais pura verdade.

linuxuser5000

Claro que você não sabe dizer, mas sabe chamar de facista e radical pessoas, movimentos e projetos apenas por discordarem de suas ideias.

linuxuser5000

O Brasil tem um capitalismo de estado e uma democracia com sistema de voto proporcional e apuração secreta de urnas, com instituições que agem a serviço de grupos políticos de esquerda e estão por um fio de serem completamente emparelhadas.
A esquerda esperar poder emparelhar totalmente as instituições para transformar o Brasil em uma Venezuela.
Hugo Chavez não pressisou de militares e nem de armas para instaurar uma ditadura socialista/comunista na Venezuela, depois de eleito começou a emparelhar as instituições para poder se perpétua no poder e o resultado é esse que se vê hoje.
Na época do impechteman o PT soltou uma declaração em que deixa claro que foi um erro não ter emparelhado o exército, e também um alto integrante do partido falou que o erro deles é não terem implantado uma ditadura igual a de Cuba, e o PT sempre quis regulamentar a imprensa mas não conseguiu.
O regime militar brasileiro NUNCA teve a intenção de escravizar e jogar na miséria a população, quero ver o resultado de "pressão popular" em Cuba, Coreia do Norte, China e em outros países comunista.

O que não quero que aconteça comigo e nem com ninguém é ser vítima do modo de agir padrão da esquerda, como aconteceu no caso dos alunos do Centro Dom Bosco que dristribuiam um jornal na USP e foram xingados e agredidos por militantes de esquerda :
https://www.institutolibera...

https://m.facebook.com/stor...

https://m.facebook.com/stor...

https://m.facebook.com/stor...

linuxuser5000

O Brasil tem um capitalismo de estado e uma democracia com sistema de voto proporcional e apuração secreta de urnas, com instituições que agem a serviço de grupos políticos e estão por fio de serem completamente emparelhadas.

A grupo político de esquerda que esperar poder emparelhar totalmente as instituições para transformar o Brasil nem uma Venezuela.
Hugo Chavez não pressisou de militares e nem de armas para instaurar a ditadura socialista/comunista na Venezuela, depois de eleito começou a emparelhar as instituições para poder se perpétua no poder e o resultado é esse que se vê hoje.
Na época do impechteman o PT soltou uma declaração em que deixa claro que foi um erro não ter emparelhado o exército, e também um alto integrante do partido falou que o erro deles é não terem implantado uma ditadura igual a de Cuba, o PT sempre quis regulamentar a imprensa mas não conseguiu.

O regime militar brasileiro NUNCA teve a intenção de escravizar e jogar na miséria a população, quero ver o resultado de "pressão popular" em Cuba, Coreia do Norte, China e em outros países comunista.

O que não quero que aconteça comigo e nem com ninguém é ser vítima do modo de agir padrão da esquerda, como aconteceu no caso dos alunos do Centro Dom Bosco emquanto dristribuiam um jornal na USP :
https://m.facebook.com/stor...

https://m.facebook.com/stor...

https://m.facebook.com/stor...

linuxuser5000

O Brasil tem um capitalismo de estado e uma democracia com sistema de voto proporcional e apuração secreta de urnas, com instituições que agem a serviço de grupos políticos e estão por fio de serem completamente emparelhadas.

A grupo político de esquerda que esperar poder emparelhar totalmente as instituições para transformar o Brasil nem uma Venezuela.
Hugo Chavez não pressisou de militares e nem de armas para instaurar a ditadura socialista/comunista na Venezuela, depois de eleito começou a emparelhar as instituições para poder se perpétua no poder e o resultado é esse que se vê hoje.
Na época do impechteman o PT soltou uma declaração em que deixa claro que foi um erro não ter emparelhado o exército, e também um alto integrante do partido falou que o erro deles é não terem implantado uma ditadura igual a de Cuba, o PT sempre quis regulamentar a imprensa mas não conseguiu.

O regime militar brasileiro NUNCA teve a intenção de escravizar e jogar na miséria a população, quero ver o resultado de "pressão popular" em Cuba, Coreia do Norte, China e em outros países comunista.

O que não quero que aconteça comigo e nem com ninguém é ser vítima do modo de agir padrão da esquerda como aconteceu no caso dos alunos do Centro Dom Bosco em quanto dristribuiam um jornal na USP :
https://m.facebook.com/stor...

https://m.facebook.com/stor...

https://m.facebook.com/stor...

Fabio Montarroios

sim, claro, era o plano desde o princípio!

Fabio Montarroios

eu sou de verdade, eu acho, agora se eu sou da esquerda de 'verdade' eu não sei dizer.

Fabio Montarroios

eu não entendo a sua preocupação... o brasil é capitalista (tosco, mas é) e tem uma democracia (cambaleante, mas tem). não há nenhum grupo político (com legitimidade política) para abalar isso. o q temos é criminosos de toda sorte se impondo e ameaçando o poder estatal, q vez por outra, tem agentes parceiros de criminosos. pelo q eu saiba, no brasil, há, sim, pessoas com ambições autoritárias, mas q por conta do nosso sistema democrático, elas não conseguem avançar sem um golpe. é caso, por exemplo, dos militares... se eles quiserem dar um golpe, eles dão, pois eles têm armas para dissuadir a resistência dos civis q, se quiserem, podem combatê-los, mas sem a menor chance de vitória. apenas a pressão popular pode dissuadir os militares de pularem fora. foi o nosso caso com as pressões das diretas já. presumo q aqui, são bem poucos os q querem viver como na coréia do norte ou como em cuba. eu sugiro novamente pra vc relaxar... do contrário vai te acontecer o mesmo q aconteceu com aquela senhora, q confundiu a bandeira do japão com uma infiltração comunista.

linuxuser5000

Você pode dizer algum país em que essa ideologia deu certo ?

É o que sempre aconteceu com os países onde essa ideologia foi implementada ?

A esquerda sempre quer transformar a democracia na "sua democracia", emparelhando as instituições, fraudando eleições, e fazendo o diabo para se perpétua no poder.

Autoritário é quem apoia e quer colocar em prática uma ideologia fracassada e assassina, que onde foi implementada o país foi arrasado e que causou a morte e a desgraça de milhões de pessoas.

Exibir mais comentários