Início » Negócios » Bitcoin e outras criptomoedas caem após investigações dos EUA sobre ICOs

Bitcoin e outras criptomoedas caem após investigações dos EUA sobre ICOs

Por
1 ano e meio atrás

Depois de uma alta surpreendente no final do ano passado, as criptomoedas vêm perdendo valor desde então. Na última semana, o bitcoin caiu abaixo dos US$ 8 mil, enquanto o ether chegou a valer menos de US$ 500 pela primeira vez este ano.

Trata-se de um movimento generalizado. O valor total das criptomoedas estava em US$ 450 bilhões no início de março, e agora é de US$ 315 bilhões. O que aconteceu?

Foto por Antana/Flickr

A SEC, comissão de valores mobiliários dos EUA, tem “dúzias” de investigações abertas sobre criptomoedas, segundo a Bloomberg. “Estamos muito ativos e espero ver mais e mais”, disse Stephanie Avakian, codiretora da divisão de Aplicação de Leis.

A agência está de olho nos ICOs, ofertas iniciais de moeda semelhantes a uma estreia na bolsa de valores. Eles oferecem tokens em troca de dinheiro para financiar projetos, e a SEC quer enquadrá-los nas leis de valores mobiliários dos EUA.

Segundo a CoinDesk, a agência está à procura de todos os detalhes envolvendo ICOs para combater atividades ilegais. Algumas vendas de tokens foram interrompidas, assim como a negociação deles, após a SEC intervir.

Valor de mercado de todas as criptomoedas em março de 2018

À medida que isso acontece, o valor desses tokens — e o volume de ICOs — pode cair, afetando as criptomoedas como um todo. Por exemplo, caso o ICO utilize a plataforma Ethereum, é necessário comprar ether; com maior regulamentação, a demanda diminui, assim como seu valor de mercado.

Além disso, o Google avisou que vai banir todos os anúncios sobre criptomoedas no AdWords. Acredita-se que o Twitter fará o mesmo nas próximas semanas. O Facebook proíbe anúncios do tipo desde janeiro.

Com informações: Ars Technica.

Mais sobre: , ,