Já não é novidade que notícias falsas são um problema que redes sociais e gigantes da internet ainda não conseguiram resolver. Mas as empresas estão tentando. A mais recente reação é a Google News Iniciative (GNI), programa que visa frear a disseminação de fake news na web e, ao mesmo tempo, destacar notícias legítimas publicadas por veículos confiáveis.

Google

Como que para mostrar que a iniciativa é mesmo séria, o Google destacou que direcionará US$ 300 milhões ao programa durante os próximos três anos. Esse montante será gasto no desenvolvimento de ferramentas que possam facilitar o trabalho de veículos de notícias, na criação de modelos de negócios que façam o segmento ter crescimento sustentável e em ações para incentivar o jornalismo de qualidade.

O Google não dá detalhes sobre como isso será feito, mas indica que a GNI será uma continuação de trabalhos em andamento para combater notícias falsas, incluindo cursos de checagem de informação e outras práticas por meio do Google News Lab, a expansão do AMP (plataforma que acelera o carregamento de páginas web em dispositivos móveis) e o aperfeiçoamento dos algoritmos que tentam evitar que conteúdo duvidoso se espalhe.


No comunicado oficial, o Google destacou outras iniciativas que podem contribuir com o combate às notícias falsas, como a Disinfo Lab, plataforma criada junto com o First Draft para inibir a desinformação durante períodos eleitorais ou de grandes acontecimentos, e o MediaWise, projeto que visa orientar o público jovem dos Estados Unidos sobre o consumo de informação digital.

Com relação aos modelos de negócios, o Google citou algumas medidas recentes que podem ajudar veículos sérios a gerar receita para viabilizar suas operações, entre elas, o Subscribe with Google (Assine com o Google), que permite que usuários façam assinaturas de diferentes tipos de mídia de uma maneira mais rápida e prática, podendo controlar tudo a partir de uma única conta.

Subscribe with Google

Outra iniciativa que o Google fez questão de mencionar é o Outline, ferramenta de código aberto que permite que os veículos montem servidores próprios para oferecer mais segurança no acesso à internet por parte dos jornalistas. O Outline possibilita que uma VPN seja criada com relativa facilidade, por exemplo, não exigindo conhecimentos técnicos avançados.

É cedo para sabermos se a GNI e os demais programas darão resultado, mas uma coisa é certa: o combate às fake news exige um conjunto orquestrado de medidas, não havendo solução única. Levando esse aspecto em conta, a impressão que temos é a de que o Google está finalmente seguindo pelo caminho certo.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Carlin

Pelo menos o Google esta realmente interessado em tentar inibir as noticias falsas. Diferente do Facebook, que ainda não pensou na forma melhor possível em como inibir a desinformação.

Anayran Pinheiro

E o catraca livre querendo pagar 100 mil reais... Ao menos estão oferecendo o que podem, hahahaha!

Renan

Eu gostaria muito de ver quais critérios serão usados por Google pra decidir o que é "notícia legítima" e "veículo confiável". A transparência aqui será fundamental. Outra coisa legal seria ver o ranking Google de veículos mais confiáveis, menos confiáveis e loroteiros.

CtbaBr©

Acontece muito disso, mas é preciso tratar tudo com seriedade e isenção, investigar bem a situação antes punir.
Eu já conheci pessoas que fariam tudo para aparecer, um escândalo pode ser um trampolim para uma "pseudo vitima", que sonha em ser entrevistada num programa qualquer, tem muita gente doente por ai.

🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ

É que pessoas com baixa escolaridade, no geral, tem mais respeito pelos outros. Quem atinge certos níveis sociais tende a se achar muito melhor que os outros, mas nesse caso específico essa senhora não vale o que come e ainda tem poder de definir a vida de outras pessoas.

Kodos Otros

Exatamente. E ainda vem com a tal de "liberdade de expressão".
Antigamente eu achava que eram burros, mas hoje eu vejo que são maldosos mesmo.

Ricardo - Vaz Lobo

O que surpreende nesse furor de compartilhar qualquer coisa é que não é gente ignorante, anarfa de pai e mãe, alienada e tals que passa tudo adiante, mas gente até letrada. Vide o caso da desembargadora do RJ.

🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ

Sim, mas se tiverem leis adequadas e que punam essas pessoas os outros perderão esse incentivo de compartilhar tudo que aparece.

Edit: agora eu tenho reparado numa praga pior que são os comentaristas fake de facebook. Esculacham as pessoas muitas vezes com frases racistas, xenofóbicas ou preconceituosas pq se escondem atrás dos seus monitores.

Kodos Otros

O problema é a mentalidade de muita gente. Se vaza um vídeo, já começam a culpar a vítima, dizendo que se aceitou ser filmada o problema é dela e repassam pros grupinhos do whatsapp.

Obviamente, se for com a filha deles, aí a coisa é diferente.

Funnie

Já já os defensores de fake news aparecem por aqui para reclamar :)

🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ

Fake news tem que ser tratado com mais seriedade no Brasil, calúnia e difamação já são crimes previstos em lei, mas muito pouco combatidos.

Apenas UMA fake news ou um nude vazada pode destruir a vida inteira de uma pessoa.