As tensões entre EUA e China acabaram de aumentar. O governo americano já havia barrado a aquisição da Qualcomm pela Broadcom — que teria ligação com organizações chinesas — e vem dificultando a vida da Huawei.

Desta vez, o presidente Donald Trump anunciou cerca de US$ 60 bilhões em tarifas anuais sobre as importações chinesas. Elas serão aplicadas em 1.300 tipos de produtos diferentes, desde sapatos e roupas até eletrônicos, segundo o New York Times.

Foto por Gage Skidmore/Flickr

“A palavra que quero usar é recíproco”, disse Trump ao anunciar a medida. “Quando eles cobram 25% para um carro entrar, e nós cobramos 2% para o carro deles entrar nos EUA, isso não é bom.” A Casa Branca vai anunciar a lista completa de bens sujeitos às tarifas em até 15 dias.

Como lembra o TechCrunch, as tarifas sobre eletrônicos e outros produtos de alta tecnologia podem fazer os preços aumentarem, tanto para os consumidores quanto para as montadoras.

O ITIC, grupo que representa a indústria de tecnologia nos EUA — incluindo membros como Apple, Google, Facebook e Samsung — diz em comunicado: “continuamos preocupados com o foco do governo nas tarifas. Essas medidas poderiam violar acordos internacionais e, mais importante, punir os consumidores, empresas e trabalhadores dos EUA pelo que a China fez”.

A China é acusada de roubar tecnologia e segredos comerciais. “O que os EUA estão fazendo é se defender estrategicamente da agressão econômica da China”, disse Peter Navarro, diretor do Conselho Nacional de Comércio Exterior da Casa Branca.

Além disso, o Departamento do Tesouro também vai impor restrições a investimentos chineses em empresas de tecnologia nos EUA. A ideia é proteger setores de ponta como redes 5G, inteligência artificial e veículos autônomos.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

Isso, deixa o povo na mão... mto bom

linuxuser5000

Eu acabei descrevendo você, e já que a carapuça serviu faça bom proveito.

linuxuser5000

Melhor que demore ou até não faça do que repetir o desastre que foi o obamacare.

PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

Estamos esperando, quem sabe em 2030

Jorge Luis

realmente, talvez um sistema onde pagássemos uma parte seria o ideal.

Jorge Luis

Não acho certo negar o atendimento, só não pode reclamar dos custos.

Pereira

Bom, acabasse de te descrever hahahahahaha

linuxuser5000

Falta de argumento foi quem usou de falácias e mentiras para defender um desastre como o obamacare.

linuxuser5000

Ele já fez o mais urgente que foi acabar com o desastre do obamacare que deu prejuízo e aumentou o preço dos planos de saúde.
E ele já fez propostas para substituir o obamacare, mas ele depende da aprovação do congresso para que ela possa ser colocada em prática.

linuxuser5000

Desespero para provar um ponto é quem ignorar a realidade e tenta alterar a verdade e fatos, usando de mentiras e falácias para favorecer o que acredita.

linuxuser5000

O SUS que para você "funciona muito bem" deve ser diferente do que os outros milhões de moradores usam e se queixam porque o serviço é horrível.
Desespero para provar um ponto é utilizar de mentiras para fazer um desastre como o obamacare parecer algo bom.

PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

É falta de argumento...

Pereira

Não é a primeira vez que vejo esse senhor fazendo isso, praticamente copia e cola os comentários, não entendo o desespero em provar o ponto, como se fosse ganhar alguma coisa...

Deilan Nunes

e os chineses podem escolher comprar de empresas estrangeiras?acho q nao...

PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

Não qdo a concorrência vira cartel, tipo postos de gasolina no Brasil...
Regular tudo não é bom, mas é preciso ter um mínimo em alguns casos, vide as quebras financeiras que já aconteceram nos EUA por falta de regulação.
Você acha certo negar atendimento de emergência a qualquer pessoa? Tenha ela um convênio ou não? Tenha o país um sistema de saúde ou não?

Exibir mais comentários