Início » Mobile » Google permite criar conta para menores de 13 anos no Brasil

Google permite criar conta para menores de 13 anos no Brasil

Por
28/03/2018 às 12h28
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

No ano passado, o Google lançou um aplicativo chamado Family Link que permite aos pais criarem contas para seus filhos de até 13 anos. Nesta quarta-feira (28), ele chegou a mais países, incluindo o Brasil.

Com o Family Link, é possível gerenciar o que a criança faz com o dispositivo Android, colocar limites de tempo, e bloquear o aparelho na hora de dormir.

Além disso, é possível aprovar (ou não) os downloads e as compras do filho na Play Store, e limitar a visibilidade dos apps de acordo com a classificação etária; e até ver a localização do dispositivo.

A criança precisa ter um aparelho com Android 7.0 Nougat ou superior, ou um dos dispositivos compatíveis com Marshmallow (Alcatel Dawn, Alcatel Fierce 4, Alcatel Pixi Unite, LG K3, LG Stylo 2 Plus, LG X Power, Samsung Galaxy Luna, Samsung Galaxy Tab A, Sony Xperia X).

Enquanto isso, os pais podem controlar o dispositivo da criança usando Android 4.4 KitKat e superior, um iPhone ou um iPad.

O Google avisa em comunicado que “o app não torna os aplicativos ou serviços no telefone que foram projetados para adultos seguros para crianças, por isso, cabe aos pais escolherem o que é certo para seus filhos”.

A empresa também lembra que a maioria de seus produtos e serviços “não se destina a crianças, e seu filho poderá usá-los para se comunicar com outras pessoas ou acessar conteúdo inadequado”.

Os termos de serviço do Google proíbem usuários com menos de 13 anos — ainda que algumas pessoas não levem isso à risca. É que alguns países, como os EUA, têm leis bastante restritas (COPPA) para proteger menores na internet.

Com o Family Link, a criança não cria a conta no Google; isso é feito pelos pais. E quando ela completar 13 anos, poderá gerenciar a própria conta — o controle é transferido automaticamente.

O Google avisa que vai coletar dados sobre seus filhos, incluindo localização, voz e registros de servidor. A empresa vai exibir anúncios, mas eles não serão personalizados — só quando eles completarem 13 anos.

O Facebook foi criticado recentemente por ter lançado o Messenger Kids, voltado para crianças entre 6 e 12 anos. Educadores e profissionais de saúde dizem que o aplicativo estimula jovens a passarem mais tempo em smartphones e tablets, causando prejuízos para seu desenvolvimento.

O Family Link estará disponível para iOS e Android.