O plano do Telegram para financiar uma criptomoeda própria, a Gram, saiu bem melhor que o esperado. O aplicativo de mensagens queria arrecadar US$ 1,2 bilhão durante a oferta inicial de moedas (ICO), mas já ultrapassou a marca de US$ 1,7 bilhão. E o valor pode subir mais.

Em documento enviado à SEC, comissão de valores mobiliários dos Estados Unidos, o Telegram confirma que recebeu US$ 850 milhões de 94 investidores, em complemento aos US$ 850 milhões que já havia arrecadado em fevereiro. A empresa declara que levantou recursos para o “desenvolvimento da TON Blockchain, desenvolvimento e manutenção do Telegram Messenger e outros fins descritos nos materiais”.

Este é, de longe, o maior ICO da história, como informa a Bloomberg. O segundo maior é o Filecoin, um serviço de armazenamento de dados inspirado no Bitcoin que utiliza blockchain para guardar informações; ele levantou US$ 257 milhões de investidores.

Como funciona o Gram

As informações dão conta de que a blockchain (Telegram Open Network) terá uma parte centralizada e outra descentralizada — isso permitirá que a rede tenha sua capacidade expandida mais rapidamente, quando comparado a uma plataforma de blockchain totalmente descentralizada. A expectativa é que a tecnologia possa processar cerca de 1 milhão de transações por segundo.

Os mais de 200 milhões de usuários do Telegram poderão ter uma carteira virtual, que armazena tanto moeda tradicional quanto a criptomoeda própria do aplicativo. As transações são feitas entre os usuários do Telegram, seja humanos ou bots. E, em vez de garantir a segurança da blockchain com prova de trabalho (como o bitcoin), a TON deve exigir prova de participação, sem gastar tanto processamento ou energia elétrica.

O Telegram prevê quatro usos para sua blockchain: armazenamento distribuído de arquivos, semelhante a serviços como Dropcoin; um serviço de proxy para criar serviços de VPN descentralizados; serviços para apps descentralizados; e pagamentos por microtransações.

Uma versão inicial da TON deverá ser lançada no segundo trimestre de 2018, enquanto a carteira virtual está planejada para o final do ano.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Paul

''Ninguém'' dos contatos da maioria que usa Telegram.¯\_(ツ)_/¯

DeadPull

Isso porque "ninguém" usa. Eu uso e incentivo o uso do telegram. Não sei por que, mas eu tenho a impressão que o WhatsApp está aos poucos sendo deixado de lado em relação ao Messenger. Tem aquele bug da reprodução de áudio, que nunca consertam. WhatsApp também não abre link no próprio app. Tem sempre aquela mesma cara há anos. Isso sem contar nas inúmeras coisas que dá pra fazer no telegram e que não é possível no WhatsApp. Enfim. Vamos esperar as cenas dos próximos capítulos.

𝕵𝖆𝖈𝕶 ⚡𝖎𝖑𝖘𝖆𝖓

Eu sei. Citei apenas por ser uma plataforma "menor" e que tá sendo desvirtuada (ou ganhando relevância, dependendo do ponto de vista).

avinicius

Twitch já foi comprado pela Amazon.

𝕵𝖆𝖈𝕶 ⚡𝖎𝖑𝖘𝖆𝖓

Telegram, Twitter, Twitch (TTT, lol 😂) entre outras. Que se consolidem e se mantenham, sem precisar serem vendidas para as dominantes.

ochateador

Agora eles podem construir 2 ou 3 datacenters próprios em países "neutros" para escapar da justiça russa e americana ?

ochateador

Dá 8,5 dólares por usuário :O

Trovalds

"Só" 200 milhões de pessoas...

EVANDRO DUARTE

Isso tudo? Ainda bem que "ninguém usa o Telegram"! Hahaha

Trovalds

Daqui a pouco vão sair manchetes desacreditando a TON.

7csP9tkb

Só torço para que o Telegram se consolide. Não podemos ficar reféns de poucas empresas dominando tudo.