Estima-se que há mais de 7,6 mil toneladas de lixo espacial vagando em torno da Terra. A missão do RemoveDebris, portanto, é nobre e um tanto urgente: coletar uma quantidade significativa desse lixo. Para isso, o equipamento deverá ser lançado na segunda-feira (2) ou no decorrer da próxima semana a partir do Kennedy Space Center, nos Estados Unidos. Caberá a um foguete Falcon 9, da SpaceX, fazer o transporte.

RemoveDebris

O RemoveDebris (algo como “removedor de detritos”, em tradução livre) é um satélite com cerca de 100 kg de peso e dimensões de 55 x 55 x 76 cm. Mas não se deixe levar pelo tamanho relativamente diminuto: apesar de ainda precisar ser testado, o equipamento é considerado o removedor de lixo espacial mais avançado já projetado.

A maior parte do lixo espacial é composta por componentes ou fragmentos de máquinas que não são muito grandes, mas podem causar problemas sérios a satélites em uso por conta da velocidade elevada com a qual se deslocam — alguns fragmentos chegam a 48 mil km/h. Não por acaso, o principal objetivo do RemoveDebris é proteger a Estação Espacial Internacional (ISS), que já sofreu danos causados por lixo espacial.

Para tanto, o RemoveDebris combina uma rede e uma espécie de arpão para capturar o lixo. Um sistema de navegação baseado em imagens ajudará no trabalho. Por fim, os detritos capturados serão deslocados para a atmosfera da Terra, onde queimarão.

Ainda não está claro por quanto tempo o equipamento será testado, mas, se os resultados forem convincentes, mais unidades deverão ser produzidas. A iniciativa é fruto de uma parceria entre várias organizações, incluindo a Universidade de Surrey e a Airbus. Cerca de US$ 20 milhões foram gastos no desenvolvimento do projeto até agora.

Com informações: Telegraph.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Wellington Gabriel de Borba

Cara, um E195 bem menor que um A320 custa 65 milhões.

D' Carvalho

já paguei 20M num travecão. valeu cada centavo.

Zanac_Compile

Não pense pequeno poxa... 20M é o que um político leva por mês...

Wellington Gabriel de Borba

Fonte: Times New Roman.

Leandro Nascimento

20 milhões é muito barato perto do feito a ser conquistado... 20 milhões é o preço de um Airbus A320, ou quase o que o governo rouba por mês... então, ta barato!

Henrique Dias

os cara nao tem oque limpar aqui na terra e então eles vao e limpa o espaço

Henrique Dias

A zi deia quero ver faxineiro que de conte de limpar todo o espaço

Geraldo Lopes

É apenas um teste... vão testar se funcionam num ambiente de vácuo e microgravidade, o lançamento de rede, arpão e vela espacial.

ochateador

Algum satélite de reabastecimento leva comida para o espaço (estação espacial, IIS) + o satélite-lixeiro.

O satélite-lixeiro é solto para fora da IIS.
Ele usa rede ou arpão ou um-treco-que-nao-entendi-o-que-é para capturar detritos/lixos que estão no espaço.
Ao atingir a capacidade máxima, o satélite se dirige para voltar a terra e leva consigo o lixo/detrito capturado.
O satélite + lixo são queimados pela atmosfera.
Temos menos lixo vagando pelo espaço.

Repete-se isso diversas vezes.

Wellington Gabriel de Borba

Olha, vi o vídeo, não entendi nada. Mas acho que ninguém gasta 20 milhões de Trump a toa, né?

X-Tudãoᴳᴼᵀ

Que legal.

CtbaBr©

Uma ótima noticia, é ótimo ver que enfim alguém sairá dos discursos para a ação!

Juan de Souza

Genial! #SpaceXGototheFuture