Início » Internet » Google vai encerrar encurtador de links goo.gl

Google vai encerrar encurtador de links goo.gl

Mas os links continuarão funcionando

Por
1 ano atrás

O Google decidiu encerrar mais um serviço. Se você costumava usar o goo.gl para reduzir o tamanho de links e saber quantas pessoas clicaram nele, é melhor procurar uma alternativa.

A partir de 13 de abril, usuários anônimos e pessoas que nunca haviam usado o goo.gl não poderão criar links com o serviço. O jeito é migrar, por exemplo, para o Bitly ou TinyURL. No entanto, se você já usou o serviço alguma vez, poderá continuar encurtando links até 30 de março de 2019.

Vale notar que o Google não vai quebrar os links goo.gl — todos eles continuarão funcionando mesmo após o encerramento do serviço. “Todos os links existentes continuarão a redirecionar para o destino pretendido”, explica a empresa.

O Google URL Shortener foi lançado em 2009, e inicialmente só permitia encurtar links através da barra de ferramentas do Google (lembra?) e do Feedburner (lembra?!). Com o tempo, isso também se tornou possível através do site goo.gl.

A empresa diz que vai se concentrar nos Firebase Dynamic Links (FDL), URLs inteligentes que funcionam em diferentes plataformas, incluindo aplicativos para iOS, Android ou web.

No entanto, isso é voltado para desenvolvedores. Para usar o Firebase, é preciso criar um projeto e cadastrar um app do iOS ou Android. Não é tão simples quanto colar um link e clicar em “Encurtar”.

O serviço brasileiro Migre.me também foi encerrado — provavelmente em algum momento de 2015, quando sua conta no Twitter foi atualizada pela última vez. O site tem apenas o endereço de e-mail para Jonny Ken, seu criador. No entanto, os links encurtados continuam funcionando até hoje.

Com informações: Google.