Cerca de 1.700 funcionários que trabalham na sede do YouTube em San Bruno, na Califórnia, tiveram suas atividades interrompidas nesta terça-feira (3) após uma atiradora invadir o prédio da empresa.

A polícia local recebeu diversas chamadas de emergência e se encaminhou ao local. Várias pessoas baleadas foram encaminhadas para hospitais da região. Pelo menos quatro pessoas ficaram feridas, e a mulher suspeita de ser a atiradora foi encontrada morta.

Funcionários da empresa usaram as redes sociais para dar mais informações sobre o ocorrido. “Um atirador está na sede do YouTube. Ouvi tiros e vi pessoas correndo enquanto eu estava na minha mesa”, disse Vadim Lavrusik, gerente de produtos na empresa. Ele também afirmou que se trancou junto a outras pessoas em uma sala, mas logo depois conseguiu sair do prédio.

Outro gerente da rede social, Todd Sherman disse em uma sequência de tweets que, em um primeiro momento, os funcionários acreditaram se tratar de um terremoto. Logo depois de sair da sala em que estava, percebeu que muitas pessoas estavam correndo e viu que a situação era um pouco mais séria.

Os funcionários do YouTube saíram do prédio com as mãos para o alto e foram revistados pela polícia, para evitar que o atirador saísse do prédio sem ser percebido.

O Google afirmou que está trabalhando em conjunto com as autoridades e que oferecerá informações oficiais do ocorrido assim que elas estiveram disponíveis.

Com informações: The Verge. Atualizado às 19h10.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

linuxuser5000

Claro que não, é você que está certo e o mundo seria muito melhor com mais pessoas fazendo o jogo da esquerda como você.

@Sckillfer

Arma ilegal não se vende em toda esquina e não é comprada a preço de batata, com todo "cidadão de bem" andando arma e sendo assaltado, os bandidos vão só ficar mais felizes.

@Sckillfer

Claro que os países armados são mais seguros, por isso que temos atentados em escolas toda semana na Europa e nenhum nos EUA. Falácia!

tuneman

Sim! Você está completamente certo. O mundo seria muito melhor com mais pessoas como você.

linuxuser5000

Aprender a usar corretamente uma arma é algo extremamente simples e fácil, e praticamente todos que compram uma arma vão por sua própria vontade fazer um treinamento ou pedir que um amigo ou parente le de dicas e mostre como usala corretamente, com a ajuda de um amigo ou parente é muito simples aprender a forma correta de usala, um exemplo comum são os pais que ensinam os filhos como utilizar uma arma, o cidadão vai apenas comprar e aprender com quem ele preferir a usar a arma, ele não vai operar uma usina nuclear.

linuxuser5000

Você entendeu a parte que eu disse que você mesmo que de forma não intencional está fazendo o jogo da esquerda ?

linuxuser5000

Você está usando de falácias como típico dos esquerdistas para validar o que a sua ideologia defende.

1- O cidadão de bem quer o direito de ter uma arma para defender a sua vida e a sua liberdade, quem quer uma arma para matar os outros são os bandidos.

2- Quem é o responsável pela violência da favela são bandidos altamente armados, você não sabe a diferença entre bandido e cidadão de bem ?

3- Armas salvam vidas e os países mais armados são os mais seguros, o cidadão de bem quer o direito de se defender.

Eduardo Braga

Entendi

Baidas

Não tem premonição, é estatística. Se fosse um ataque terrorista a chance seria de tentarem uma transmissão para toda a rede fazendo exigências e tal. Quando uma pessoa invade um local, baleia algumas pessoas e depois se mata está claro que é uma pessoa desesperada em um péssimo momento da vida.

Eduardo Braga

Seu comentário foi premonitório kkkk

CtbaBr©

Exato, mas a questão é:
"O braço do Estado é tão curto que só consegue alcançar o cidadão comum?" Não basta rotular o sujeito como bandido, é preciso fazer com que a lei seja aplicada a todos.

Baidas

Gente descontente com a empresa, ex-funcionários, clientes (como foi o caso, aparentemente). Puramente estatística.

Yago G. Oliveira

Por isso que são bandidos.

@Sckillfer

Exibir mais comentários