Alguns movimentos nos bastidores de grandes empresas são mais relevantes do que parecem. Um exemplo vem da Apple, que acaba de contratar o escocês John Giannandrea com o intuito de deixar a Siri mais perspicaz, digamos assim. Seria mais uma simples contratação se não fosse por um detalhe: Giannandrea é um renomado especialista em inteligência artificial que foi “roubado” do Google.

Para você ter ideia da importância de John Giannandrea para o Google — ou simplesmente J.G., como era chamado pelos mais próximos na empresa —, ele atuou ativamente no desenvolvimento de tecnologias de inteligência artificial empregadas no Gmail, Fotos e no próprio buscador.

Siri

Foram oito anos de Google. Giannandrea anunciou a sua saída do dia 2 dizendo que precisava de tempo para outras práticas. Havia rumores de que ele iria se dedicar a outros projetos no Google. Agora todo mundo sabe que o engenheiro foi contratado pela Apple.

Giannandrea só ficaria sem emprego se quisesse (ou por força maior, como um problema de saúde). O trabalho dele foi essencial para que o Google se tornasse um nome forte em uma área cada vez mais acirrada: a de assistentes virtuais. Ele também foi um dos responsáveis por fazer o Google Assistant ser o que é hoje.

Nenhum assistente virtual é preciso em todos os aspectos. Eles ainda precisam evoluir muito para dominar outros idiomas além do inglês ou compreender contextos, só para dar uma ideia. É um trabalho que requer tempo e gente muito capacitada. Não é de se estranhar, portanto, que profissionais da área sejam disputados “no tapa”.

John Giannandrea

John Giannandrea

Discreta que é, a Apple não confirmou em quais projetos John Giannandrea trabalhará. Apenas disse que ele liderará os esforços de aprendizagem de máquina e estratégias de inteligência artificial da empresa. Mas é praticamente certo que Giannandrea atuará para aperfeiçoar a Siri: embora venha melhorando bastante, há um entendimento no mercado de que a assistente da Apple fica para trás em muitas tarefas quando comparada aos rivais.

É uma perda importante para o Google, mas a companhia não ficará desemparada: outras autoridades em inteligência artificial continuam por lá, como Jeff Dean, líder de pesquisas do Google Brain.

Com informações: Ars Technica, Mashable.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Zanac_Compile

O Waze tem um acesso limitado ao meu celular naquilo que permiti, isso só inclui o GPS, realmente ele é sinistro e tenta mandar em mim, na sexta-feira ele aprendeu que seguido vou passear em tal lugar, e quando resolvo ir pra casa ele briga comigo me mandando ir pra aquele lugar... :D

Ele sabe quase quando eu acordo, pois saio logo em seguida de carro, sabe praticamente quanto tempo fico no trabalho, quanto tempo fico em casa, pois de fato ligo o Waze pra qualquer lugar e trajeto que faço, até quando estou no UBER.

Mas é só GPS, ele não acessa minha câmera, nem a tela do meu celular, nem o microfone, nem os sites que estou acessando, a não ser que esteja explorando ilegalmente alguma vulnerabilidade do sistema.

É por aí minha opinião. O analytics pode ser feito com informações que estão dentro do nosso alcance liberar ou não.

Zanac_Compile

Ué, podemos falar do passado sem problema algum :)

Zanac_Compile

Isso que dissesse "...pode não ser pra você...", não tem muita relevância. Realmente não estou defendendo qual é melhor ou dando minha opinião de qual o melhor.

Minha intenção é opinar se esse acesso tão grande a vida da pessoa compensa e melhora tanto assim a qualidade do serviço. Não to falando de mim, to falando no geral.

Essas informações toda que tu citou, que o Google vende esse perfil para uma seguradora, para um governo, para um escritório de advocacia que não é vantagem pra nós.... e também pode usar pra melhorar os serviços que viram vantagem pra nós... faz tanta diferença assim ?

Google, chama um UBER pra mim
Google, quantos reais valem 329 dólares ?
Google, toca as top 10 músicas dos Beatles
Google, agenda dentista Carla amanhã 3h da tarde
Google, liga a TV na Globo
Google, vai chover sexta-feira ?
Google, quais as novidades do G1 ?
Google, qual resultado da última partida do Grêmio ?
Google, onde está passando o filme jogador número 1 ?
Google, toca o último episódio do Walking Dead

E assim vai... realmente influencia esta intrusão toda ?

Paquito78

"Eu uso o WAZE, é sensacional, e eu não tenho uma conta do Google ativa, meu celular não é Android, não coloco as fotos do Google Photos, não uso GMAIL, não uso CHROME de navegador.... a precisão do WAZE e a qualidade continuam sendo ótimas.

O que quero dizer é que tu não precisa entregar a tua vida, expor toda tuas coisas pra ter um serviço excelente. Não é tanto assim como tu falou."

Isso nada tem a ver com o fato da assistente do Google ser melhor do que a da Apple em geral. Talvez ele não seja para você, mas para as pessoas que possuem contas ativas e fazem uso (nem tão) intensivo de serviços do Google, a assistente deles será muito, mas muito superior. Isso independentemente de seu celular ser Symbian, IOS, ou Android.

Logou na conta do google e já mandou os seus dados de caminhos utilizados, emails trocados, informações que auxiliam e aumentam a quantidade de dados que o google tem disponível sobre você, sem você achar que não entregou a sua vida toda. Reservou um hotel por email? Comprou passagens por email? Vai de carro todo dia para o mesmo lugar? Comprou ingressos para um show? Reservou um restaurante? Tudo isso é informação que o google tem sobre você e você está achando que "não precisa entregar sua vida toda". Isso, para a maioria das pessoas não é entregar a vida toda. É apenas usar um serviço de email e uma ferramenta de auxílio de tráfego. Nada demais. Tudo demais.

"Nos assistentes pessoais, uso a ALEXA e a SIRI e ambas são muito boas, as dificuldades são tecnicas, não entender ingles e portugues junto, coisas do tipo. Eu peço música, peço filme, chamo Uber, mando ligar o ar condicionado, mando ligar a TV no canal que quiser, faço perguntas e recebo respostas precisas, tudo sem precisar que invadam minha vida."

A questão é a predição como expliquei acima. E nisso a assistente do google é muito, muito superior, pois têm acesso à muito mais informação sobre você do que as outras. De novo, pode não ser para você, específicamente, mas para a imensa maioria das pessoas que usam um simples email Gmail, sua vida já foi invadida. É apenas ingenuidade achar que não.

PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

Isso aí, porque esquecemos fácil qdo é pra criticar o nosso, então vamos falar só do presente kkkk

Jonas S. Marques

Mais uma vez. Tudo o que é dito para o Google Assistant é capturado e usado de formas secundárias, seja como captcha, seja lendo teus e-mails, seja lendo sua digitação.
Tudo bem que voc~e não use Gmail, Photos ou mais nada do Google. Enquanto usa o Waze eles coletam dados dos censores do teu telefone, coletam tua localização, teu uso de dados, coletam o que há na tela do teu celular. Mas ok, acredita aí que não e´demais

Bruno Sousa

😂😘😘

Zanac_Compile

Claro, to falando a situação atual, com base em fatos que acontecem. Estou sendo seletivo no presente. Se um dia não foi assim, eu também concordo, era bem fraco, inclusive a segurança dos serviços, era tudo muito fraco. Lembra o caso do repórter americano ?? Como roubaram o perfil dele com extrema facilidade ?? Mas é passado... To falando do presente.

Zanac_Compile

Compartilha aí o que entendesse então, to afim de debater o tema, senão não tinha comentado :)

Pra mim, a intrusão que o Google faz, explicitamente assumida que é utilizada como moeda de troca para fazerem uso comercial dos teus dados, adianta mais pra uma empresa de seguros fazer aquela proposta e barganha um passo a frente de vantagem, um governo de um pais ter mais base para te conceder um visto de entrada, um escritório de advocacia te oferecer serviço de divórcio no momento certo, baseado nas conversas e brigas que tens na sala da tua casa, com o Google Home bem no meio da mesa. Esse tipo de ANALYTICS é o mais efetivo com a tua vida toda exposta, tanto GOOGLE como FACEBOOK com a rede social e o Whatsapp que também oferece tudo de graça com o usuário sendo a moeda, tem esse poder nas mãos e esse uso como efetivo, bem mais efetivo do que a qualidade do assistente pessoal pode te dar nas respostas.

André Silva

Eles juravam de pé junto que não reduziam a performance dos aparelhos....

Tori

"We may also use personal information for internal purposes such as auditing, data analysis, and research to improve Apple’s products, services, and customer communications."

Eles usam seus dados sim, mas não de forma agressiva com Google.
Está nos termos e condições de Privacidade da Apple.
Dá uma olhada, assim que você aceita, eles tem direito de usar seus dados até aonde for possível.

Wellington Gabriel de Borba

Então o Google não tá funçando as minhas coisas, porque o Now muitas das vezes me dão respostas bastantes idiotas, quando responde.

Programador Front-End

chega da um medo ao olhar as coisas por esse contexto

Carlin

Ah, imagino que veremos grandes saltos dentro do que a Apple já oferece com a Siri, creio que a próxima Keynote da Apple para os novos iPhones em setembro, já teremos noção de como anda a Siri depois dessas reviravoltas e investimentos!

Carlin

Só espero que não aconteça aquela palhaçada, como a do cara que saiu do Google foi pro Uber, e ao invés de desenvolver alguma coisa dentro do contexto em que foi contratado, usou a tecnologia desenvolvida pelo Google nas aplicações do Uber

Exibir mais comentários