Quando Elon Musk divulgou pela primeira vez a ideia do Hyperloop, em 2013, ela parecia ambiciosa demais. Um sistema que transporta vagões em tubos a vácuo a até 1.200 km/h? No entanto, diversas startups vêm tentando tornar isso realidade.

Uma delas é a Hyperloop Transportation Technologies (HTT). Ela tem sede nos EUA, e anunciou que abrirá um centro de pesquisa no Brasil, em Contagem (MG).

Como será o XO Square, centro de inovação da HTT em Minas Gerais

O XO Square terá 4.000 m² para abrigar uma divisão de pesquisa sobre logística, e um laboratório para fabricação de componentes do Hyperloop. O terreno foi cedido pelo município de Contagem.

Trata-se de uma parceria público-privada (PPP) com investimento de R$ 26 milhões em sua primeira fase. Desse total, R$ 13 milhões virão da SEDECTES (Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior), do governo de Minas Gerais; e a outra metade virá da HTT e de investidores privados.

O centro tem apoio oficial da FAPEMIG (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais) e da FIEMG (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais).

Cápsula de transporte da HTT

A cidade de Contagem foi escolhida por ser um importante centro de logística no Brasil. Ela concentra uma série de galpões de armazenamento, e tem linhas de trem para transporte de produtos — 10% da exportação de grãos de todo o Brasil passam por lá.

“O município de Contagem, em particular, é um dos centros de distribuição logística mais significativos para o Brasil”, diz Bibop Gresta, presidente da HTT, em comunicado. A empresa também tem um centro de pesquisa em Toulouse, na França.

https://www.youtube.com/watch?v=wJC2TwrbTV0

Há outras startups tentando realizar a ideia de Musk. Uma delas é a Virgin Hyperloop One, que recebeu investimentos do bilionário Richard Branson. Em testes, seu sistema atingiu velocidade máxima de 387 km/h.

O próprio Musk está investindo no Hyperloop, através da SpaceX — que realiza competições para equipes que investem no projeto — e da Boring Company.

Com informações: HTT, Engadget.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

João Moreira de Souza Neto

Não tem melhor lugar pra construir um negócio que é semelhante a um trem.

Bernardo Rosenfeld M.

Nem duvido, mas ultimamente bandido, ladrão, pequeno furtador, o que quer que seja, tem se aproveitado de qualquer coisa em qualquer lugar para subtrair equipamento, fios e etc, infelizmente isso que cito.

Jorge Bevilacqua

A escolha da cidade de Contagem, aparentemente, foi bem acertada pela importância que possui (e não uma aleatória com mãozinha política no meio).

Pra esse tipo de iniciativa tinha que ter, no mínimo, uns 95% de insenção de impostos p/ incentivar o fomento da pesquisa e desenvolvimento, coisa que o Brasil patina muito atrás de outros países e há muito tempo.

Renan

O vídeo fala que "a inovação viajará na velocidade do som". A legenda diz na velocidade da luz.

VolksW4GNER

Os bandidos nem sabem o que é isso, pra eles é outra empresa qualquer.

Gabriel B.R.

Quem sabe agora o Musk não pega umas aulinhas de logística com os Correios.

Bernardo Rosenfeld M.

Apoio e quero bastante que isso dê frutos, mas vendo o cenário que vivemos certamente passará uns meses e terá ataques de bandidos e outros.

ʞǝʌǝɥs

hype(rloop)

André Almeida Martins

caramba.. eu to do lado desse galpão..
MEU DEUS!!!

Musk, me contrata!!!!!

Léo Oliveira

Já vão começar a estudar uma forma de taxar o vácuo.

Fora isso, bem legal a iniciativa. Se a empresa vier a desenvolver pesquisas relacionadas ao transporte, e não apenas a logística, será de grande aprendizado não apenas para ela mas, também, para futuros meios.

Um dos maiores desafios, tirando a parte burocrática, seria integrar este tipo de transporte em locais como o Brasil, que possuem uma formação geológica bem irregular