Início » Telecomunicações » Um país inteiro ficou sem internet por dois dias após um cabo submarino se romper

Um país inteiro ficou sem internet por dois dias após um cabo submarino se romper

Victor Hugo Silva Por

Uma das formas mais comuns de conectar um país à internet é instalar cabos no fundo do mar e ligá-los a outros países. Com eles, é possível manter uma comunicação estável na maior parte do tempo. Mas, quando as falhas acontecem, as proporções podem ser enormes.

Foi o que aconteceu em 30 de março, quando países africanos registraram instabilidade em suas conexões por conta do rompimento de um desses cabos. A Mauritânia teve o maior prejuízo: chegou a ficar quase 48 horas sem qualquer conexão à internet até que o problema fosse parcialmente resolvido.

A queda na conexão aconteceu depois que o cabo submarino ACE (African Coast to Europe) se partiu próximo à cidade de Noukachott, capital da Mauritânia. Com 17 mil quilômetros de extensão, o cabo vai da África do Sul até a França e liga 22 países africanos. A causa do rompimento não foi divulgada.

Segundo dados da Oracle, dez países tiveram impactos mais significativos após o rompimento do cabo. O gráfico abaixo destaca os países que só têm uma conexão com cabos submarinos (Serra Leoa, Mauritânia, Libéria, Guiné-Bissa, Guiné, Gâmbia). Ele mostra como o problema foi maior na Mauritânia, que ficou sem conexão até 31 de março.

A conexão em Serra Leoa também apresentou uma grande instabilidade e foi totalmente cortada em 1º de abril — mas a queda pode ter relação com as eleições locais, que foram disputadas em 31 de março.

As diferentes formas com que cada país conviveu com o rompimento do cabo é explicada por outras conexões por cabos terrestres ou por satélites. O impacto em Benin, Senegal, Costa do Marfim e Guiné Equatorial não foi tão grande pelo fato de os países contarem com outros cabos submarinos, diminuindo a dependência do ACE.

Com informações: Dyn Blog.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Breno Ribeiro

O pior é que um dia depois do incidente os caras já estavam trabalhando. Mas demorou quatro dias pra resolverem tudo.

Breno Ribeiro

Acho que morreu mesmo. Ele já era bem idoso.

Neodino Sanders

Mais e os Satélites? Eu até ficaria calado, se os países não tivesse ficado desconectado,afinal, a demanda por internet é muito grande e uma parte da mesma ser transmitida por cabos submarinos seria mais que normal. Se existe satélites de "comunicação no espaço" não seria mais que o normal os mesmo terem assumido a função dos cabos, enquanto consertavam?. É por causa de acontecimentos como esses é que a farsa do sistema esta vindo abaixo dia após dia, a própria mídia alienadora deles dão tiro nos próprios pés diariamente,porque eles acham que o povo tá tão idiota, a ponto de não questionar mas nada. "FOOLS". Mas como está escrito:"Não há nada em oculto que não venha a ser revelado". O tempo deles acabou! O nosso está acabando, é chegada a hora final, onde a verdade vai sobrepor toda a mentira até hoje contada, e muitos enlouquecerão,pois se recusarão a sair do mundo do faz de conta,da matrix.

Aline Maciel

Em Amambai - MS, só tem a Oi, se ela cair (vive caindo) fica todo mundo sem Internet, inclusive os órgãos da prefeitura (já trabalhei lá por 5 anos). Inclusive quando fui a um encontro na capital os colegas das outras cidades fizeram piadinha sobre Amambai vira e mexe ficar sem Internet e até sem telefone. O 3G da vivo chegou final do ano passado, mas é tão lento que quase ninguém usa, enfim a maior parte da cidade só consegue ter Internet via rádio pois os cabos da Oi só tem na região central e no bairro nobre da cidade. Lá na casa dos meus pais só tem 1mb, não tem como pedir mais, é na próxima quadra nem Oi tem, a pessoa tem que se contentar com via rádio que se virar o tempo e der uma chuvinha já cai o sinal. Considerando que o clima de Amambai é de chuva quase todo dia, fica difícil 😁 😅

Marcos Guilherme

É verdade " a empresa de sempre com a internet de mer.#%!, o que salva são os links de fibra, só que são caros, ou seja a maioria contrata a empresa de sempre com a internet de merd$%#.

Marcos Guilherme

Não desejo a morte de ninguém, só acho que ele deve ter ficado puto com a operadora. Mas ficar cinco dias sem conexão isso é típico de empresa porcaria mesmo.

Marcelo Pereira

soldar a fibra óptica?
Não seria fusão?

Jorge Eduardo Santos

Ou mataram ele?

angelobio

Moro no interior do TO e tenho fibra 20 mb. Sou paraibano e antes de vir eu tinha 50mb na PB.

Renan Alves

esse não ira virar Sargento

Roger

Cloverfield

Breno Ribeiro

Aqui aconteceu algo parecido. Teve um cara que tocou fogo no quadro de distribuição telefônica da Oi aqui no bairro, ficamos sem telefone (e sem internet) por quase 5 dias.

O bom é que três meses depois ele morreu.

João

Não acho isso não. A cidade que citei não tem hospital, apenas um pronto socorro que parece q saiu direto de 1950. Nordeste tem bastante violência, o grande ponto ruim dessa região. A internet é a padrão: provedores locais em algumas cidades e a empresa de sempre (Oi, não?) oferecendo internet que ninguém gosta. Esses provedores de fibra local q tão salvando a pátria.

Uma pesquisa rápida aqui no google e encontrei diversos provedores locais aí em recife.

João

Moro próximo de Miracatu/SP. A cidade possui a Datacom q disponibiliza fibra e tem duas centrais para evitar o problema de apagão caso uma delas caia.

Edit: isso não interessa mais, já fugiu do assunto do post. A questão é que a internet no BR, principalmente os provedores locais de fibra, não é a pior do mundo como a modinha de dizer na internet espalha. Esse vira-latismo é bem triste.

emailx45

humm... to discunfiado que "romperam" o cabo da VIVO GVT aqui no Brasil.... será que não?

:(

Exibir mais comentários