As portas de plataforma das estações da Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo serão mais tecnológicas a partir da próxima quarta-feira (18): elas passarão a exibir campanhas internas e propagandas em telas equipadas com reconhecimento facial, que identificam a reação dos usuários.

Segundo a ViaQuatro, concessionária que opera a linha, as primeiras estações a receberem as portas interativas serão Luz, Paulista e Pinheiros. Haverá quatro portas por estação, que estarão localizadas na área central da plataforma e serão instaladas de forma espelhada.

As telas serão focadas em mostrar “campanhas de orientação, mensagens de prestação de serviço e anúncios publicitários”. E para que serve toda essa tecnologia? O objetivo é mensurar os resultados das campanhas: a ViaQuatro (e os anunciantes, claro) conseguem saber quantas pessoas de fato visualizaram o conteúdo e como elas reagiram.

“Sua câmera sensível contabiliza quantas pessoas passaram em frente à tela, ainda que a mesma pessoa passe mais de uma vez”, afirma a ViaQuatro, adicionando que “a tela tem uma tecnologia que é capaz de fazer um estudo das emoções esboçadas pelo passageiro, percebendo em suas expressões faciais as reações em relação à mensagem transmitida”.

Trem da Linha 4-Amarela (Foto: Metrô de São Paulo)

A Linha 4-Amarela é a mais moderna entre as linhas de metrô de São Paulo: todos os trens operam sem condutor; há telas nas plataformas das estações informando a lotação de cada carro do próximo trem; e a ViaQuatro conta com um simulador que reproduz fielmente as características das estações, vias e trens (fomos conhecer o brinquedinho de perto).

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Seti I

Será que teve patrocínio?

Caleb Enyawbruce

???

R0gério

Minority Report.

thiagorsr

No capitalismo de vocês pode tudo? Nos EUA o presidente do Facebook foi no congresso por conta de exposição de dados indevidamente. E se vocês quiserem autorizarem o uso desta tecnologia, tudo bem. Seus dados. Mas não é assim que a banda toca no geral.

thiagorsr

Ótimo. Seu comentário sugere dar força as empresas que exploram este tipo de tecnologia, capturando informações sem consentimento para explorar comercialmente, indo contra tudo o que acontece no mundo. Ai quando estiver instituído esta tecnologia nas ruas do Brasil indiscriminadamente, vamos falar para as pessoas não saírem na rua.

Acho que não.

Gustavo Hofer

engraçado como o governo do estado de são paulo tem dinheiro para qualquer coisa menos para garantir o reajuste anual dos professores

Douglas B

Enquanto isso, em outras capitais que não são SP e Rio temos trens urbanos que andam a 50 km/h (mais lerdos que um carro) e que estão sob ameaça de pararem de funcionar por falta de investimentos.
O Brasil é muito desigual mesmo... BH com 5 milhões de pessoas na região metropolitana tem uma linha que está do mesmo jeito há 30 anos e não leva a nenhum ponto plausível da cidade, sequer passa dentro do Hipercentro.

ʞǝʌǝɥs

culpa do PT, claro

Vinícius Jorge

Tem uma opção: não ande de metrô. Simples assim. Sou totalmente a favor de se buscar novas formas de monetização, pois isto terá um impacto final (favorável) no preço que o consumidor final acaba pagando pelo transporte.

Daniel Seiji

De qualquer forma, seu protesto é válido. Olha esta notícia.
https://www.google.com.br/a...
Agora dá uma pesquisada nas empresas que são as maiores acionistas da CCR. Não se surpreenda quando descobrir que são aquelas de sempre... Camargo Correa, Gutierrez, e até pouco tempo a Odebrecht tinha 15%. Aí o cara comemora quando privatiza o metrô, mas nem percebe que a empresa que venceu o consórcio é uma das maiores responsáveis pelos problemas de transporte e obras públicas em geral.

Lucas Henrique

Acho mais desconfortável ficar parado na Marginal Tiete por horas pra chegar ao aeroporto.

Kawá-Guajá

Sem falar que o trem não chegará até o aeroporto. Os passageiros terão que descer e entrar em um apertado ônibus. Nada mais desconfortável que isso.

Jonas S. Marques

Eu espero te ver no vazamento de dados de 2021 quando o metrô de São Paulo admitir que devido aos equipamentos instalados na linha 4 Amarela e aos dados capturados por eles criminosos estão de posse de dados faciais de todos os passageiros além de informações importantes como onde e quando você pega o metrô, o que pode ajudar a descobrir onde você mora e a que horas não está em casa.
Também quero ver esse seu apoio ao livre mercado quando esses dados começarem a ser repassados para outras empresas, como seguradoras e te virem com um fone de ouvido que abafa ruído por aí e seu seguro pessoal subir por que a chance de você ser atropelada é maior.
São quatro telas que estarão capturando tudo o tempo todo. E não houve consulta alguma aos usuários. E aos usuários que quiserem, que peguem fora dessas portas por enquanto já que quem não souber ou não puder vai ser rastreado sem consentimento.

Mas beleza, continua aí defendendo livre mercado, vai dar certo, olha lá o exemplo do Facebook.

𝕵𝖆𝖈𝕶 ⚡𝖎𝖑𝖘𝖆𝖓

O dinheiro da passagem vai para o estado, que eu saiba. A Via Quatro é paga estado, pelos serviços prestados, e aliás, o mesmo ocorre com os ônibus municipais de São Paulo, cujas empresas são pagas pela prefeitura em condições semelhantes.

𝕵𝖆𝖈𝕶 ⚡𝖎𝖑𝖘𝖆𝖓

Reclamações sobre esses atrasos só com o Ayatollah Alckmin, califa do Tucanistão.

Exibir mais comentários