Início » Segurança » uTorrent está sendo marcado como ameaça pelo Windows Defender

uTorrent está sendo marcado como ameaça pelo Windows Defender

Por
13/04/2018 às 15h02
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Apesar de ter “inchado” nos últimos anos e estar ligado a vários problemas de segurança, o uTorrent ainda é bastante utilizado. Mas a popularidade da ferramenta pode cair um pouco a partir de agora: o Windows Defender e outros antivírus estão classificando o uTorrent como malware.

Na verdade, a Microsoft colocou o uTorrent em sua lista de ameaças em potencial há mais de um ano. Mas, até recentemente, o Windows Defender não exibia nenhum alerta de segurança relacionado à ferramenta. Agora é diferente: o antivírus nativo do Windows começou a avisar que o uTorrent é considerado um “software potencialmente indesejado”.

O Windows Defender também pode colocar o executável do uTorrent em quarentena e, assim, impedir a sua execução. Nessas circunstâncias, o usuário precisa desbloquear o software manualmente.

uTorrent

Para quem é adepto do cliente de torrent, todo esse cuidado pode soar exagerado. Mas a Microsoft explica que o uTorrent tem “má reputação” e afeta negativamente o desempenho do sistema operacional. Coincidência ou não, antivírus como NOD32 e Sophos também estão classificando a ferramenta como ameaça.

De fato, o histórico do uTorrent não é nada positivo. Só para dar um exemplo recente, a ferramenta teve uma falha de segurança divulgada em fevereiro que permitia a execução remota de código malicioso no computador.

Antes disso, o uTorrent causou polêmica ao instalar mineradores de criptomoeda no computador e exibir anúncios que levavam a malwares.

A BitTorrent Inc. é responsável pelo uTorrent e, ao se manifestar sobre o problema, disse não ter encontrado nenhuma razão para o bloqueio, razão pela qual acredita que tudo não passa de falso positivo. Apesar disso, a empresa disse que continua investigando.

Na dúvida, é melhor prevenir. Listamos algumas sugestões de clientes de torrents aqui.

Com informações: TorrentFreak.