Início » Mobile » Monitor gamer Samsung C24FG70: tela curva e boas cores

Monitor gamer Samsung C24FG70: tela curva e boas cores

Monitor gamer da Samsung combina tela curva com taxa de atualização de 144 Hz e tempo de resposta de 1 ms

Por
17 semanas atrás

Um nicho de mercado é o de monitores gamers. Outro nicho é o de telas curvas. A Samsung colocou essas duas características no C24FG70: ele tem tela curvada de 23,5 polegadas, tecnologia de pontos quânticos, taxa de atualização de 144 Hz e tempo de resposta de 1 ms.

Mas será que vale a pena pagar R$ 1.799 por todas essas tecnologias? Segura que eu te conto.

Em vídeo

Design e conectividade

O monitor C24FG70 tem uma curvatura de 1800R (ou seja, o raio da curvatura é de 1.800 mm), que é bem marcante, mas não ocupa muito espaço na mesa graças a tela de 23,5 polegadas. Ela não é tão grande, mas a curvatura faz com que uma parte maior do seu ângulo de visão seja dedicada ao monitor, trazendo mais imersão.

Todo o acabamento é feito de um plástico preto, inclusive os quatro botões embutidos no C24FG70. São três embaixo da tela, que permitem escolher entre três configurações de imagem pré-definidas. O resto do controle é feito por um botão atrás do monitor que funciona como um joystick e permite navegar pelas configurações.

Meu problema é com o suporte, que tem 38 centímetros de profundidade. Ele é composto por uma base redonda na qual são acopladas duas barras em “v”, por onde passam os cabos. Esse formato é um tanto esquisito e ocupa bastante espaço desnecessário na mesa; nem sempre dá para apoiar o teclado na base, por exemplo, inutilizando grande parte da mesa de muita gente.

O suporte permite que o monitor vire 15 graus para os lados e se movimente 14 centímetros para cima ou para baixo. Mas esse formato limita um pouco os movimentos: os cabos precisam estar bem livres, do contrário eles podem esticar e soltar enquanto você regula a altura do monitor.

Não há alto-falante, mas o C24FG70 possui entrada para fones de ouvido, duas portas HDMI e uma DisplayPort. Só. Não há nenhuma porta USB para carregar seus eletrônicos.

Imagem

O C24FG70 combina várias tecnologias interessantes em um lugar só: além da curvatura acentuada, ele tem tecnologia de pontos quânticos, que aumenta a gama de cores, e é gamer: possui taxa de atualização de 144 Hz, tempo de resposta de 1 ms e suporte à Free-Sync, útil para quem tem placas de vídeo da AMD.

Com 23,5 polegadas e resolução de 1920×1080 pixels, o monitor tem boa definição e ótimas cores. Segundo a Samsung, essa tecnologia de pontos quânticos traz 125% mais cores que gama sRGB. De fato: a gama é maior, com tons mais bem definidos.

De fábrica, a saturação é bem equilibrada e alguns modos de imagem ajudam a deixar as cores ainda mais vívidas; os meus preferidos são: brilhante elevado, RTS e cinema. Gostei mais do brilhante elevado, que deixou o contraste maior que o normal e a escala de cinza mais equilibrada.

O modo cinema aumenta ainda mais a saturação e o contraste, mas a escala de cinza fica menor e os tons ficam muito mais claros do que deveriam. Se o seu trabalho exige precisão de cores, você pode optar pelo modo sRGB, que replica ao máximo a gama para essa escala.

A curvatura de 1800R deixa a experiência de uso mais imersiva, seja em tarefas normais ou em jogos, e não distorce as cores. É a primeira vez que uso um monitor curvo e foi bem fácil me adaptar; parte da boa experiência que eu tive foi por conta do bom ângulo de visão. Se um monitor curvo tem baixo ângulo de visão, qualquer movimento pode distorcer as cores, o que não aconteceu comigo.

Perceba uma linha entre o primeiro e o segundo terços e o terceiro terço mais escuro que o resto da tela.

Em testes mais precisos, notei uma linha mais escura entre o primeiro e o segundo terços da tela e reparei que o terceiro terço é mais escuro que o resto, possivelmente por conta de uma pequena falha na iluminação traseira. Por conta dessa falta de uniformidade na transição entre os terços, o degradê de cores não é tão uniforme quanto deveria. Por fim, também percebi uma perda milimétrica de brilho ao redor da tela, o que é normal.

No dia a dia, porém, nenhum desses detalhes foi perceptível. Acredito que seja uma diferença de iluminação normal por conta da curvatura da tela e que não me incomodou no uso comum ou em jogos.

Falando em games, o C24FG70 executa muito bem a sua tarefa como monitor gamer. Se você tem uma placa de vídeo da AMD, pode tirar proveito da tecnologia Free-Sync, que sincroniza a taxa de atualização do monitor com a do jogo. Quando você está com esse modo ativado, o monitor bloqueia as configurações do tempo de resposta e da taxa de atualização; a tendência é que elas sejam otimizadas para melhorar a experiência de jogo.

De fato, uma tela curva aliada a uma alta taxa de atualização traz uma excelente experiência (e bastante imersiva). Ativei o Free-Sync e testei os jogos Battlefield 1, Battlefield 4 GTA V e todos os movimentos foram bem suaves, com uma resposta bem rápida. A experiência foi positiva mesmo com a tecnologia desativada (e as configurações em 144 Hz e 1 ms), apesar de eu ter notado alguns frames cortados de vez em quando.

Recursos adicionais

Nas configurações, notei um comportamento curioso: se você deixar o tempo de resposta fora do modo padrão (e colocá-lo em 1 ms ou 2 ms), o controle do brilho é automaticamente desativado. Existe uma explicação técnica: quando o tempo de resposta está em 1 ms, por exemplo, a iluminação traseira é desligada ou ligada rapidamente para combinar a resposta com a taxa de atualização e reduzir possíveis distorções.

A Samsung também incluiu no C24FG70 um modo de proteção ocular, que reduz o contraste e deixa a imagem menos azul para longos períodos de leitura ou quando você quiser forçar menos a visão. Também existe um modo de economia de energia.

Por fim, descobri no final dos testes que o monitor tem um LED azul abaixo da tela, que pisca de forma intermitente ou de acordo com o som de um jogo. É uma opção legal para combinar com um teclado e mouse gamer coloridos e montar uma balada dentro de casa.

Conclusão

O C24FG70 se diferencia de outros monitores em dois pontos: ele é curvo e gamer. São duas características que, sozinhas, normalmente já encarecem o produto. Felizmente, ele se distancia da faixa dos R$ 2 mil: ele pode ser encontrado por cerca de R$ 1,7 mil, R$ 1,5 mil e já foi visto até por R$ 1,1 mil.

Esse monitor faz parte de um nicho que pode ser injustiçado: por R$ 1,9 mil, você pode comprar o Alienware AW2518HF, que também é gamer, mas tem taxa de atualização maior. Por menos, você encontra outros monitores gamer com 144 Hz, mas que não são curvos. E, por metade do preço, você compra outros monitores curvos, mas que não são gamers.

Ainda assim, pelo que oferece, o preço do C24FG70 é justificado. É bem difícil de encontrar monitores com taxa de atualização de 144 Hz por menos que R$ 1,3 mil, e o C24FG70 traz tela curva por um pouco a mais.

Claro, fica ao seu critério: você tem vontade de experimentar um display curvo? Se a resposta for não, existem outros bons monitores gamer que custam menos. Caso positivo, você já tem sua resposta: o C24FG70 é uma boa escolha.

Especificações técnicas

  • Tamanho: 23,5 polegadas;
  • Resolução: 1920×1080 pixels;
  • Taxa de atualização: 144 Hz;
  • Tipo de painel: VA;
  • Brilho: 350 cd/m²;
  • Gama de cores: 125% sRGB (tecnologia de pontos quânticos);
  • Taxa de contraste estático: 3.000:1;
  • Ângulo de visão: 178 graus horizontal e 178 graus vertical;
  • Tempo de resposta: 1 ms;
  • Consumo de energia: 17,6 watts;
  • Conexões: 2 HDMI, 1 Display Port, 1 entrada para fones de ouvido;
  • Dimensões da tela: 54,5 x 7,04 x 32,5 cm (sem apoio) e 54,5 x 38,6 x 53 cm (com apoio);
  • Peso: 3,1 kg (sem apoio) e 5,2 kg (com apoio).