Início » Antivírus e Segurança » Quais dados o Facebook coleta sobre você (quando você não está usando o Facebook)

Quais dados o Facebook coleta sobre você (quando você não está usando o Facebook)

Por
1 ano atrás

É fato que o Facebook tem muitas informações sobre você, mas nem todo mundo sabe que a empresa coleta dados mesmo quando os usuários não estão acessando a rede social. Na verdade, o Facebook consegue até mesmo montar perfis de pessoas que nem possuem cadastro: eles são conhecidos como shadow profiles e foram discutidos nos depoimentos de Mark Zuckerberg ao Congresso americano.

Facebook

Agora, o próprio Facebook veio a público esclarecer quais dados são coletados quando as pessoas não estão usando a rede social. Essas informações são obtidas de quatro formas: botões de curtir e compartilhar em outros sites; login em serviços de terceiros por meio da sua conta do Facebook; sistema de estatísticas em outros sites e aplicativos; e anúncios publicitários em outros sites e aplicativos.

Os botões de curtir e compartilhar são a forma mais popular de coletar dados, já que estão em praticamente qualquer site, inclusive o Tecnoblog. Com eles, o Facebook coleta seu “endereço IP, informações do seu sistema operacional e navegador, e endereço do site ou aplicativo que você está usando”. As mesmas informações são obtidas ao fazer login em outro serviço (como o Spotify) por meio do seu Facebook.

A outra fonte é o Facebook Analytics, que fornece dados de audiência aos sites e aplicativos de terceiros (e consequentemente ao próprio Facebook). Ele coleta endereços IP, informações do seu sistema operacional e navegador, além de cookies e “outros identificadores”. Assim, é possível “contar o número de visitantes únicos” e prover “informações demográficas agregadas, como idade e gênero” dos usuários.

Por fim, há dois produtos relacionados a anúncios: Facebook Audience Network e Facebook Pixel. O primeiro permite que sites e aplicativos de terceiros exibam propagandas de anunciantes do Facebook; o segundo é um pixel invisível que gera estatísticas de como os usuários estão reagindo às campanhas dos anunciantes.

No Facebook Audience Network, são coletados os mesmos dados dos botões de curtir e compartilhar, além de um cookie para determinar se o usuário tem conta no Facebook ou não. Se tiver, os anúncios que normalmente aparecem no feed de notícias podem surgir nesse outro site ou aplicativo. E, com o Facebook Pixel, é possível verificar se você fez alguma ação (clicou em um link, por exemplo) para direcionar anúncios.

Passando o olho, até que as informações coletadas pelo Facebook fora do Facebook parecem inofensivas, mas lembre-se que elas são obtidas por meio de todos os seus navegadores, sistemas operacionais e dispositivos, nos vários sites, lojas e aplicativos que você usa. Depois, tudo é combinado com a enorme massa de dados que o Facebook já tem sobre você, gerando uma coleção bem completa das suas preferências.

Em nota, o Facebook diz que você pode controlar suas preferências de anúncios e reforça que “muitas empresas oferecem esses tipos de serviços”, citando nominalmente o Twitter, Pinterest e LinkedIn como exemplos de redes sociais com botões de compartilhamento espalhados pela web; e Amazon, Google e Twitter como empresas que oferecem plataforma de login em serviços de terceiros.

Leia mais: 6 dicas para evitar compartilhar seus dados pessoais com o Facebook

Mais sobre: