Início » Aplicativos e Software » Google libera nova versão do Chrome que bloqueia vídeos que tocam automaticamente com som

Google libera nova versão do Chrome que bloqueia vídeos que tocam automaticamente com som

Por
1 ano e meio atrás

Demorou, atrasou, mas enfim chegou: o Google lançou nesta terça-feira (17) o Chrome 66, que traz como principal novidade o bloqueio de vídeos que reproduzem automaticamente com som. A versão também chega com melhorias de segurança, por meio do isolamento de sites, para evitar a falha Spectre.

Uma versão anterior do Chrome, a 64, veio com um recurso inicial para bloquear todos os sons em sites específicos. Agora, o próprio navegador descobre quando uma página tem vídeos irritantes em autoplay e impede que eles sejam reproduzidos.

Foto por TechnologyGuide TestLab/Flickr

O bloqueio só acontece em determinadas condições. Se o vídeo tem autoplay, mas é mudo, ele continuará sendo executado automaticamente; se emite som, a reprodução nem será iniciada. Além disso, o Chrome poderá mostrar vídeos com autoplay se você tiver demonstrado interesse anteriormente em mídias do site; ou se você clicar e interagir com a página.

Essa demonstração de interesse é calculada pelo índice de engajamento de mídia (MEI), que leva em consideração quatro fatores: se você consumiu áudio ou vídeo por mais de 7 segundos; se a aba com o vídeo está em primeiro plano; se o vídeo tem mais de 200×140 pixels; e se o vídeo tem som. Você pode consultar o MEI de cada site que você acessou em chrome://media-engagement/.

O Chrome 66 também chega com um pequeno teste do Site Isolation. Basicamente, o recurso torna mais difícil que sites não confiáveis acessem ou roubem informações de suas contas em outras páginas — trata-se de uma segunda linha de defesa, porque isso já era não possível em condições normais. Na prática, a função deve mitigar os efeitos do Spectre, que afeta processadores da Intel, AMD e ARM feitos nos últimos 20 anos.

A nova versão já está disponível no site do Chrome para Windows, macOS, Linux, Android e iOS.

Mais sobre: ,