O Chrome possui uma ferramenta nativa capaz de bloquear sites maliciosos. Ela exibe alertas quando encontra um link suspeito e ajuda os usuários a se sentirem um pouco mais seguros. Para fazer com que os riscos sejam ainda menores, a Microsoft criou sua própria extensão para o navegador.

Batizada de Windows Defender Browser Protection, a extensão também conta com uma lista de URLs que são bloqueadas no Chrome. O objetivo é evitar que a máquina fique exposta a malware e que tentativas de phishing não se concretizem.

O funcionamento é bem parecido com o do bloqueio nativo do Chrome. Ao clicar em links presentes em um e-mail ou acessar um site diretamente, a extensão verifica se a página está na lista de links suspeitos.

Quando a ferramenta encontra algo, é exibida uma tela vermelha com o alerta de que a página pode ser prejudicial para o computador.

A Microsoft afirma que a extensão foi desenvolvida com a mesma lógica de proteção do Edge, apontado pela empresa como o navegador mais seguro. Segundo pesquisa, ele protege os usuários contra 99% dos ataques de phishing. Ao mesmo tempo, o Chrome tem proteção contra 87% dos ataques e o Firefox, 70%.

Com informações: Microsoft, The Verge.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

João

Acredite ou não, Windows Defender tem a melhor detecção dos AVs gratuitos (empatado com Avira e Panda).

Carlin

E parece que não á mais volta! Quem te viu, quem te vê Microsoft!

Torzy

O edge é bem decente e dá pra usar sim de boas, eu diria até mais de boas do que o Firefox. Vi mais sites quebrarem com o Firefox do que com o Edge(p:ex o LinkedIn fica sem a descrição dos links de navegações).

Torzy

Vim aqui comentar a mesma coisa.
Parece mesmo que cada vez mais a Microsoft não está mais vendo os outros serviços como concorrentes.

DeadPull
A Microsoft afirma que a extensão foi desenvolvida com a mesma lógica de proteção do Edge, apontado pela empresa como o navegador mais seguro. Segundo pesquisa, ele protege os usuários contra 99% dos ataques de phishing. Ao mesmo tempo, o Chrome tem proteção contra 87% dos ataques e o Firefox, 70%.


Isso quer dizer que se eu instalar a extensão, o Chrome vai ficar tão seguro quanto o Edge. Logo, não haverá mais necessidade de usar o Edge. Boa, Microsoft. Já estou esperando a versão pra Firefox. 👏😂

Lucas Santos

"Deseja utilizar o Edge não como seu navegador padrão? Clique em "Sim" para mostrar que está de acordo com a opção de manter o navegador padrão tal como descrito anteriormente ou cancele a não escolha do navegador da Microsoft como padrão."

Isaias Freitas

A Microsoft é muito estranha... rsss...

Cobalto

Hahahaha muito bom.

Programador Front-End

Medo do popup "Deseja usar o Edge como navegador padrão?" - Opções: SIM ou ENTENDI

thiagorsr

Mas a extensão é um merchan, uma vez que traz a engine anti-malware de um navegador para o outro. MaaS (Merchan as a service)

Seraph

Devia ter "Funciona melhor no Edge" pelo menos

Seraph

sim, mas estou usando o Edge e tenho pouco o que reclamar até

Tori

Se você olhar direitinho, tem um "USE O EDGE" escondido no HTML

Tori

Ou como o Windows faz quando você esta mexendo no sistUSE O MICROSOFT EDGE: POUPA 50% MAIS QUE O GOOGLE CHROME

Seraph

Me referi a um produto da Microsoft (windows)

Exibir mais comentários