O Google tem uma incubadora interna, chamada Area 120, responsável por alguns projetos interessantes. Um deles é o Reply, que sugere respostas automáticas nas notificações do Android.

Desta vez, um grupo de funcionários criou um app para ensinar o básico de JavaScript. Ele se chama Grasshopper, e está disponível gratuitamente para Android e iOS.

O app tem esse nome em homenagem a Grace Hopper, pioneira da programação. Ele possui três conjuntos de lições, começando com conceitos simples, e indo até funções mais complexas usando a conhecida biblioteca D3.

Você faz login com sua conta do Google (claro!), e responde se já tem alguma experiência, ou se está começando agora.

Tudo começa com um tutorial. Você desenha a bandeira da França usando os comandos drawBox() e newLine() para exibir as cores azul, branco e vermelho na tela. Depois, você é convidado a desenhar a bandeira do Gabão usando a mesma técnica.

Há um quiz para reforçar o conteúdo e garantir que você entendeu a lógica básica do JavaScript. E logo você vai aprender sobre strings, variáveis, funções aninhadas, entre outros.

Sim, o app está todo em inglês, mas é um idioma necessário para aprender programação. Você pode receber notificações para continuar fazendo o curso, ou desligá-las totalmente.

Após terminar o conteúdo, você pode brincar no playground online criando suas próprias animações. No fim, o Grasshopper também sugere aulas pagas no Coursera para aprender mais sobre JavaScript, HTML, CSS e webdesign. O app recebe uma comissão por aluno: “se você se inscrever, vai ajudar o Grasshopper a continuar a crescer”.

A equipe está trabalhando para adicionar novas lições, mas não planeja ir além do JavaScript. O site do aplicativo diz que esta linguagem é usada por mais de 70% dos desenvolvedores profissionais, e seus conceitos básicos “são universais para quase todas as linguagens de programação”.

Se você estiver interessado em aprender programação no smartphone, dê uma olhada também em aplicativos como SoloLearn e Lrn. O que você achou do Grasshopper?

Com informações: The Next Web, The Verge.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

teo venier

Usando javascript puro e Canvas tente fazer um círculo.

Usando C++ e OpenGL tente fazer um círculo.

Antes de vc falar "Framework", leia o comentário do Rafael schung

Gustavo Henrique

mas programar É assim '-'

Carlos Taylor

Vou da uma checada em todos esses sites e ver quais os melhores para combiná-los e agilizar.. Valeu cara

Valdinei Ferreira

No repl.it, já citado nos comentários, não tem apenas a IDE, tem também "salas de aula", que tem várias atividades. Dá até pra rolar monitoria lá. :P

Rafael Schüng

Enquanto você pensa já surgiu 135431313134531 frameworks no NPM... E já saiu o Angular 15 mas o 4 ainda não tá pronto!

Gertrudes, a Lhama Morta

Eu aprendi a programar criando joguinhos na Stencyl. Ela trabalha com blocos de lógica, dá pra tirar uma noção muito boa dela (além de ser divertido criar os jogos).

Gertrudes, a Lhama Morta

A linguagem é a mesma, o ambiente/framework não.

Carlos Taylor

Valeu! vou combinar o que eu aprender no Codecademy com esses sites.

Rubens dos Santos

Uso repl.it, é muito bom

Pablo Souza

uri online judge, lá tem vários problemas para você resolver. e para escrever o código online você pode usar o repl.it ou o ideone.com

Maxwel De Oliveira Figueiredo

Promissor

teo venier

Se programar fosse assim, seria tão fácil....

Guilherme Oliveira

Só digo uma coisa...
repl.it

Renan Alves

frameworks ITIL, COBIT, SOX entre outros

Molinex

Tem o javascript que roda no browser, o que roda em um canvas, o que roda no node, o que roda no javaFX, o que roda no GNOME, tem JS em tudo hoje em dia. E apesar da estrutura da linguagem ser a mesma, a mesma sintaxe, as funcionalidades variam bastante de plataforma, pra plataforma...
Isso sem falar de um monte de biblioteca que existe pra linguagem, das quais, conheço bem poucas...
Uma linguagem que eu mexo há um bom tempo, e não posso dizer que sei mexer kkk

Legal um app pra começar a aprender, e vale a pena continuar aprendendo depois...

Exibir mais comentários