Início » Internet » Google Play Música pode acabar para dar espaço a novo serviço de streaming do YouTube

Google Play Música pode acabar para dar espaço a novo serviço de streaming do YouTube

Victor Hugo Silva Por

O YouTube Remix, nova tentativa do Google em emplacar um serviço de streaming de música, deve ser apresentado ainda este ano. E seu lançamento poderá decretar o fim de outra plataforma da empresa: o Google Play Música.

De acordo com o Droid Life, os usuários do Google Play Música receberão alertas para que realizem a migração para a nova plataforma até o final do ano.

Não há detalhes sobre como ficarão as playlists e músicas salvas na conta dos usuários. O app também é usado para guardar até 50 mil faixas adquiridas separadamente, mas ainda não há informações sobre o que acontecerá com esses arquivos.

Google Play Music

Em comunicado, o Google lembra que unificou as equipes de produto do YouTube Music e Google Play, mas diz que “nada vai mudar para os usuários hoje, e daremos vários avisos antes que qualquer mudança seja feita”.

Dentro do Google, o novo serviço é desenvolvido para se tornar um forte concorrente ao Spotify. O objetivo é atrair os usuários oferecendo melhores recomendações, e dando a opção de exibir clipes junto às músicas.

A previsão inicial era de que o Remix fosse lançado em março. Durante a SXSW, Lyor Cohen, líder da divisão de música do YouTube, justificou o atraso com o grande investimento que está sendo feito para criar um produto que “orgulhará” as pessoas.

Em dezembro do ano passado, a empresa chegou a acordos com Warner Music Group, Sony Music e Universal Music Group. Vale lembrar que alguns artistas e gravadoras reclamam dos baixos valores que o YouTube paga aos seus artistas.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Walciney Junior

hummm, eu tinha um ipod e acabei migrando pro Musica da google, só sei de uma coisa, se migrar e não levar minhas estações e albuns junto, volto pro Ipod

Chico

tudo precisa de tempo e espaço. Só magica já elaborada que acontece instantemente.

Leonardo Feelckins

rindo feito um retardado disso kkkk

Leonardo Feelckins

eu desejo do fundo do meu coração que dê errado

Guilherme Gustavo G. Luks

penso igual... não ligo para a assinatura de streaming mas espero que mantenham a maneira de comprar musica e editar as tags e deixa-las em nuvem para ouvir em qualquer dispositivo afinal isso é o maior diferencial da google play music.

Guilherme Gustavo G. Luks

Estou em choque com essa possibilidade do Google Play Music acabar... é meu preferido... na verdade o único ao qual me adaptei com a interface. espero que descontinuem apenas a parte de streaming mas que mantenham as maneira de comprar as musicas como está e poder deixá-las na nuvem como é feito. Esperando o desenrolar dessa historia com apreensão...

Meninão Bobo

jaja no youtube vai ter propaganda dos serviços tipo jequiti

johndoe1981

Desde que eu possa continuar comprando e baixando músicas sem DRM, por mim tudo bem.

leoleonardo85

Mas o Apple Maps, por exemplo, não mudou de nome nem nada né, eles viram o que tava errado e foram arrumando, não sei, mas acho que hoje deve tá bem melhor.

E sobre os adaptadores, é decisão da empresa, que o consumidor aceita ou não, não é algo que ela vai mudando a cada atualização.

Carlin

Faz sentido, e não viável e nem faz sentido manter dois serviços com a mesma finalidade! Porém vamos ver como o Google vai lançar o YouTube Mix. Particularmente creio que so deveriam notificar os usuários do Play Música depois do lançamento do YouTube Mix, migrando os usuários e todo o conteúdo das suas contas para o mesmo serviço tentando causar o menor impacto possível pra quem teve "coragem" e usar o Play Música!

André G

Concordo com você em partes, afinal, o Apple Music veio para substituir o iTunes.
O Apple Maps foi um fiasco quando lançado e a Siri ainda é bastante incompetente, mas quando foi lançada era muito pior.

E lançam também certos produtos para depois não lançarem mais, como o iPad Mini ou o Apple Watch que tinham vários modelos na primeira geração, mas hoje em dia só mudam as cores, nem tamanhos diferentes existem mais.
Sem contar certos produtos que precisam de inúmeros adaptadores. Nenhum Macbook atual é compatível com o iPhone.

André G

Vi bastante publicidade do Allo e até do Duo vi alguma coisa, mas era publicidade burra.

André G

Sentirei muita raiva quando o Google Now deixar de existir por causa daquela merda chamada Google Assistant.
No momento o Now já foi deixado de lado, mas ainda existe.

Eduardo Braga

Eu acho que não vai ser só vídeos. Seria um péssimo passo. Acho que vai ser a junção de "só" músicas e vídeos. Acho que tipo o Apple Music.

Eduardo Braga

Agora também é

Exibir mais comentários